Publicado em 18 Feb 2020

Centros de distribuição modernos são ágeis e ainda reduzem os impactos ambientais

Redação

Os armazéns do futuro contam com equipamentos de última geração e sistema automatizado de armazenamento e separação de itens.

marcio

Marcio Lopes

A inteligência artificial chega com muita velocidade aos centros de distribuição e vem impactando o mercado. Com as operações mais ágeis e eficientes - devido ao uso de dados para concretizar análises -, os processos estão cada vez mais otimizados. Com softwares desenvolvidos, o armazém do futuro tem conexão com a internet das coisas e uso de informações para originar análises sobre os procedimentos das empresas, aperfeiçoando o supply chain.



Devido ao sincronismo da conexão conduzida entre caminhões, empilhadeiras e pallets. As atividades são direcionadas e realizadas por meio de sensores conectados aos equipamentos e softwares para gerenciamento das informações. Um centro de distribuição que conta com equipamentos de última geração reúne modernidade e agilidade, com um sistema automatizado de armazenamento e separação de itens, com soluções que reduzam o impacto ambiental e o consumo energético, racionalizando a utilizaç...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica