Publicado em 29 May 2018

Prever os problemas é a melhor forma de evitá-los

Redação

Em uma sociedade empresarial, quando a empresa começa a apresentar bons resultados, surgem alguns fenômenos imprevisíveis.

falconi

Vicente Falconi

Conheço sociedades boas e de longa duração. Os bons exemplos que conheço têm uma característica em comum: um dos sócios tem maioria substancial e o outro já sabe desde o início que é coadjuvante.

Não quero desanimá-los, mas é difícil imaginar uma sociedade exatamente perfeita. Sugiro que contratem, desde o início, antes que o negócio dê certo, um escritório com advogados experientes em empresas e estabeleçam um acordo de cotistas (mesmo que um dos sócios tenha maioria substancial).

Nesse acordo, coloquem todas as regras do jogo e não se esqueçam de incluir uma saída para a sociedade. Ou seja, caso os sócios cheguem a uma situação de discordância total, como ela seria resolvida da forma mais simples possível.

Caso vocês decidam redigir o acordo, vão reparar que começam a surgir dúvidas bem na hora de colocar as intenções no papel para ser assinado na presença de testemunhas e registrado em cartório. Uma coisa é falar, outra é escrever e assinar. Vocês vão reparar que montar um acordo de cotistas – ou de acionistas – é coisa muito mais demorada do que se imagina.

...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica