Publicado em 03 Jul 2018

A gestão de segurança de alimentos

Redação

A segurança de alimentos deve ser garantida com esforços combinados de todas as partes participantes da cadeia produtiva de alimentos. As empresas da cadeia produtiva de alimentos se estendem desde os produtores de alimentos para animais e produtores primários até os produtores de alimentos para consumo humano.

seguranca-alimentar_2018

Da Redação -

Desde os tempos em que se salgava a comida para conserva-la até os modernos refrigeradores ser criados, a busca por manter o alimento na melhor condição possível para consumo foi constante. Afinal, não é necessário ser nenhum perito em medicina ou áreas correlatas da saúde para ter uma mínima noção do mal que um alimento deteriorado pode fazer. Inúmeras são as possibilidades para que a comida carregue com si agentes prejudiciais ao ser humano. A contaminação bacteriana é a causa mais comum de intoxicação alimentar e resulta mais por um problema de falta de conhecimento e descuido dos manipuladores do que qualquer outra razão. A inadequação do lugar de trabalho e de armazenagem, além das instalações de higiene, tanto dos manipuladores como dos equipamentos, contribuem para milhares de casos de contaminação cruzada, que acabam resultando em apodrecimento dos alimentos, acarretando em intoxicações e até em mortes. O Ministério da Saúde define uma doença transmitida por alimentos (DTA) como aquelas causadas pela ingestão de alimentos e/ou água contaminados. Existem mais de 250 tipos de DTAs, sendo a maioria infecções causadas por bactérias e suas toxinas, vírus e parasitas. Outras doenças são intoxicações causadas por toxinas naturais, como por ex...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica