Publicado em 16 Jul 2019

As normas técnicas para os freios de automóveis

Redação

O sistema de freio é um dos componentes mais importantes de um veículos, sendo composto por pastilhas, discos e tambores. Essas peças, incluindo o fluído do freio, devem ser verificadas periodicamente porque ficam expostas a temperaturas altas e demandam um esforço mecânico contínuo e devem ser fabricadas conforme as normas técnicas. Atualmente, os veículos são fabricados com o sistema de freio misto, composto por dois discos na frente e dois tambores atrás. Em alguns modelos há discos nas quatro rodas, proporcionando uma frenagem mais estável. Já a tecnologia antitravamento do sistema de freio ABS (Antilock Braking System) funciona por meio de um dispositivo eletrônico que modula a pressão do fluido de freio nas rodas, impedindo que elas travem nas freadas mais bruscas. Esse sistema é comandado por um controle instalado próximo ao motor, ligado a quatro sensores conectados nas rodas. Quando o freio é acionado, os sensores identificam a velocidade das rodas e calculam qual roda deve se movimentar mais devagar para evitar uma derrapagem. Importante para os freios é conferir o nível do fluído de freio a cada 30 dias; substituir o fluido de freios a cada 10 mil km ou 12 meses, fazer a inspeção do sistema de freio a cada 10 mil km; evitar sobrecarregar o veículo além da capacidade especificada pelo fabricante; não substituir as peças do sistema de freio por outras de características diferentes; e não alterar as características do veículo, como suspensão e rodas, por exemplo. E sempre use materiais de atrito que cumpram as normas técnicas para não se ter riscos aos ocupantes dos veículos.

mauricio1

Mauricio Ferraz de Paiva –

Quando um veículo é desenvolvido, o sistema de freios é cuidadosamente projetado para atender as normas mais exigentes que existem, pois deve ser acima de tudo confiável. Não pode falhar.

Por isso, é muito importante também que o dono do carro realize revisões frequentes e mantenha sempre a manutenção em dia. Isso porque o sistema de freios possui componentes que se desgastam com o uso, sendo os principais as pastilhas e sapatas, os discos e/ou tambores, e o fluido de freio.



É importante realizar periodicamente uma checagem completa, que verifica desde o pedal até as pastilhas de freios, com atenção especial para a espessura dos discos, a condutividade do fluido e avaliação dos componentes que podem apresentar vazamentos, sendo que ao menor sinal de problema é necessário a substituição do componente defeituoso ou gasto.

O fundamental é garantir segurança dos ocupantes do veículo. A...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica