Publicado em 28 May 2019

Os produtos medicinais para a assistência à saúde

Redação

Um produto medicinal pode ser qualquer substância ou combinação de substâncias que pode ser administrada a seres humanos (ou animais) para o tratamento ou prevenção de doenças, com a intenção de realizar um diagnóstico médico ou de restaurar, corrigir ou modificar funções fisiológicas. Um produto medicinal pode conter um ou mais itens manufaturados e um ou mais produtos farmacêuticos. Em certas jurisdições, um produto medicinal também pode ser definido como qualquer substância ou combinação de substâncias que podem ser usadas para realizar um diagnóstico médico. Dessa forma, um Sistema de Dicionário de Produtos Medicinais (SDPM) é um sistema planejado especificamente para suportar a prescrição, dispensação e administração de medicamentos na assistência à saúde, baseado na listagem, descrição e identificação precisas de produtos medicinais.

medicinal2Da Redação –

O objetivo de um SDPM é oferecer aos vários setores de assistência à saúde uma visão geral e completa dos produtos medicinais disponíveis, de forma que os elementos dos conceitos e as descrições e identificadores dos produtos medicinais possam ser usados em diversos outros sistemas de informação em assistência à saúde. O princípio para isso é um identificador único global da Identificação de Produtos Medicinais (IDMP) que deve ser mantido em qualquer SDPM.



Os produtos medicinais cumprem uma função importante na assistência à saúde. Existem milhares de produtos medicinais e cada produto medicinal possui muitas características (atributos) definidoras e não definidoras. O desenvolvimento e o uso de produtos medicinais são altamente regulados e, na atualidade, a forma de definir informação sobre eles está orientada pela ISO IDMP.

Deve-se entender que um produto farmacêutico tem uma composição qualitativa e quantitativa...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica