Publicado em 23 Jul 2019

O teatro do terror

Redação

Os terroristas quase não têm força militar, por isso criam um espetáculo. Como os estados devem responder? Pode-se refletir sobre o passado e o futuro alarmante do fator medo.

yuval

Yuval Noah Harari

Como o significado literal da palavra indica, o terror é uma estratégia militar que espera mudar a situação política espalhando o medo ao invés de causar danos materiais. Esta estratégia é quase sempre adotada por partidos muito fracos, que são incapazes de infligir muito dano material aos seus inimigos.



Naturalmente, toda ação militar espalha o medo. Mas na guerra convencional, o medo é um subproduto das perdas materiais e é geralmente proporcional à força que inflige as perdas. No terrorismo, o medo é toda a história e há uma desproporção espantosa entre a força real dos terroristas e o medo que eles conseguem inspirar.

Não é fácil mudar a situação política através da violência. No primeiro dia da batalha de Somme, em 1º de julho de 1916, 19.000 membros do exército britânico foram mortos e outros 40.000 feridos. No momento em que a batalha terminou em novembro, os dois lados juntos sofreram mais de um milh...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica