Publicado em 16 Jun 2020

As cadeias de suprimentos do futuro

Redação

Globalmente, as cadeias de suprimentos estão sendo submetidas a novas condições voláteis e estão sendo desafiadas além de seus limites. Embora o foco atual esteja em manter o suprimento e atender às necessidades dos clientes, as organizações devem considerar como reagir a essas situações, preparando-se para a próxima interrupção, enquanto continuam agregando valor aos clientes finais.

Marcelo Spaziani - 

Até 2022, é esperado que mais de 176 milhões de pessoas na América Latina comprem bens e serviços online, e que as vendas do varejo na região cheguem a mais de US$ 2,35 trilhões. E essa necessidade está aumentando com a crise atual. Seria esse um pedido para transformarmos as cadeias de suprimentos? Se olharmos para o futuro, é cada vez mais evidente que as empresas precisam trabalhar para fortalecer as cadeias de suprimentos, tornando-as cada vez mais resilientes e ajudando no abastecimento de produtos.

Globalmente, as cadeias de suprimentos estão sendo submetidas a novas condições voláteis e estão sendo desafiadas além de seus limites. Embora o foco atual esteja em manter o suprimento e atender às necessidades dos clientes, as organizações devem considerar como reagir a essas situações, preparando-se para a próxima interrupção, enquanto continuam agregando valor aos clientes finais. E é aí que a tecnologia se torna a aliada fundamental para ajudar as empresas a percorrer esse caminho, fortalecendo as cadeias com informações em tempo real e ação decisiva e permitindo uma melhor capacidade de resposta em três frentes descritas abaixo.

- Visibilidade e orientação preditiva dos acontecimentos - Imagine uma torre de controle que ajude os profissionais da cadeia de suprimentos com dados e recomendações preditivas. Isso permite que eles tomem decisões mais rápidas e inteligentes no gerenciamento das cadeias de supri...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica