Publicado em 27 Jul 2021

A inspeção de concentrados de cobre, chumbo, zinco e níquel

Redação

Existem algumas diretrizes para a inspeção em sistemas mecânicos de amostragem de minérios. A inspeção mecânica é o registro comparativo de observações e medições de parâmetros físicos em relação aos critérios de projeto e registros de alterações, ou melhorias subsequentes realizadas por uma pessoa adequadamente qualificada e não envolvida na operação diária do sistema. A inspeção operacional é o registro das observações e inspeções realizadas pelo operador do sistema, antes, durante e após a amostragem de um lote. Ao avaliar a conformidade de um sistema de amostragem mecânica, convém que o auditor consulte o Anexo A, as partes relevantes da NBR ISO 12743 e o fluxograma do projeto do sistema particular que está sendo avaliado. Uma auditoria deve ser realizada pelo menos uma vez por ano por uma pessoa adequadamente qualificada que não esteja diretamente envolvida na operação e no gerenciamento desse sistema de amostragem particular. É essencial fazer referência aos parâmetros operacionais originais sobre os quais o sistema de amostragem foi projetado, bem como aos registros de quaisquer alterações ou melhorias. As condições operacionais, como a capacidade do transportador de correia, a velocidade da correia ou tamanho máximo do material, poderiam ter sido alteradas sem levar em consideração o impacto na operação e a conformidade com o sistema de amostragem. Exemplos comuns de tais alterações e suas possíveis consequências são descritas a seguir. Um aumento na capacidade de uma correia transportadora poderia resultar em uma massa excessiva de incremento primário, que não poderia ser completamente contida pelo cortador primário de amostra. Uma mudança na velocidade da correia transportadora poderia afetar a trajetória do material no ponto de transferência, o que poderia resultar na perda de parte do fluxo de material pelo cortador de amostras. Uma mudança no tamanho máximo nominal de um concentrado poderia resultar em uma situação em que a abertura do cortador original não seja grande o suficiente (ou seja, três vezes o tamanho máximo nominal do material que está sendo amostrado) para estar em conformidade com a NBR ISO 12743. Dessa forma, é importante conhecer as práticas recomendadas para a inspeção de sistemas de amostragem mecânica.

Da Redação – 

A amostragem mineral consiste na retirada de quantidades moduladas de material de um universo que se deseja amostrar, de modo que essa parte retirada tenha exatamente as mesmas características que o universo. No passo seguinte a amostra primaria é submetida a uma série de etapas de preparação, redução de tamanho, homogeneização e quarteamento, até obter a amostra final, com massa e granulometria adequadas à realização de ensaios e análises.

Pode-se definir a amostragem como um processo de seleção e inferência, já que a partir do conhecimento de uma parte, tira-se conclusões sobre o todo. E a diferença entre o valor de uma dada característica de interesse no lote e a estimativa desta característica na amostra é denominado como erro de amostragem.

A importância da amostragem pode ser notada quando entram em cena a avaliação de depósitos minerais, o controle de processos e a comercialização de produtos. Uma amostragem mal feita pode acarretar prejuízos ou distorções de resultados com consequências técnicas imprevisíveis.

Para as inspeções mecânicas, sugere-se que o inspetor comece pelo cortador pri...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica