Publicado em 24 Jul 2018

Cadeiras de escritórios devem cumprir a norma técnica

Redação

As cadeiras dos escritórios devem ser ergonômicas e adequadas não só para o conforto do usuário, mas também para a saúde. Tamanhos mal dimensionados e falta de regulagens podem causar problemas na coluna, ombros, pescoço e braços que geralmente ocasionam afastamentos no trabalho. Elas devem ser fabricadas, obrigatoriamente, conforme a norma técnica.

Da Redação -

cadeira3

Dor nas costas, no pescoço, bursite, escoliose, LER, tenossinovite, etc. Esse pode ser o tamanho do problema que móveis de escritório sem ergonomia podem causar nos funcionários. Hoje, as pessoas passam a maior parte do seu tempo nos empregos, produzindo valor e recebendo seus salários.

Mas, fica uma pergunta: como aproveitar os benefícios do trabalho, se ao sair dele a pessoas tão torta e cansada depois de ter passado o dia inteiro sentado em uma cadeira sem foras dos requisitos normativos? Se os humanos passam, em média, 70% do tempo na frente de computadores, resolvendo problemas para fazer o mercado girar, se constrói a riqueza do país sentados em home-offices, deve-se prestar atenção de como elas estão fazendo isso.

Há cálculos do governo de que, em média, mais dos 24.000 afastamentos por ano se dão por problemas na coluna como dores nas costas e desvios posturais. Esse fato evidencia um problema social, o que comprova que o ambiente de trabalho impacta diretamente na vida do trabalhador.

Além disso, é evidente o prejuízo econômico que o não investimento em um item tão simples e básico como uma cadeira de escritório de qualidade pode causar. Uma empresa com boa gestão deve estar atenta a todos os detalhes que possam otimizar ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica