Publicado em 11 Aug 2020

Qualifique-se como um profissional de proteção catódica

Redação

A proteção catódica é frequentemente usada para atenuar os danos por corrosão nas superfícies metálicas ativas. Ela é usada em todo o mundo para proteger tubulações, estações de tratamento de água, tanques de armazenamento subaquáticos e submarinos, cascos de navios e barcos, plataformas de produção offshore, barras de reforço em estruturas de concreto e pilares e muito mais. A proteção catódica é frequentemente usada para proteger o aço da corrosão, já que ela é causada quando dois metais diferentes são submersos em uma substância eletrolítica, como água, solo ou concreto. Esse tipo de caminho condutor de metal entre os dois metais diferentes permite um caminho através do qual elétrons livres se movem do metal mais ativo (ânodo) para o metal menos ativo (cátodo). Se elétrons livres do ânodo não atingem os locais ativos no cátodo antes da chegada do oxigênio, os íons nos locais ativos podem recombinar-se para produzir hidróxido ferroso, ou seja, ferrugem. Em essência, a proteção catódica conecta o metal de base em risco (aço) a um metal de sacrifício que corroa em lugar do metal de base. A técnica de fornecer proteção catódica ao aço preserva o metal, fornecendo um metal altamente ativo que pode atuar como um ânodo e fornecer elétrons livres. Ao introduzir esses elétrons livres, o metal ativo sacrifica seus íons e evita a corrosão do aço menos ativo. Existem dois tipos básicos de proteção catódica: proteção catódica de corrente galvânica e impressa. Deve-se entender os requisitos e a sistemática para qualificação e certificação de profissionais de proteção catódica, bem como descreve as atribuições para os níveis de qualificação estabelecidos.

As tubulações e os tanques metálicos subterrâneos estão facilmente sujeitos à corrosão. Para evitar a oxidação, a proteção catódica é um método clássico e eficiente. Trata-se de um sistema em que eletrodos são introduzidos no solo, próximos à tubulação ou ao tanque que se deseja proteger.

Uma corrente elétrica é aplicada em ambos - eletrodos e tubulação - para se opor ao comportamento anódico da rede de tubos. Dessa forma, ela passa a operar como um catodo, em que não há oxidação. Nas tubulações e reservatórios, é preciso considerar ainda a corrosão das superfícies internas - normalmente evitada com pinturas e revestimentos anticorrosivos.

O método de proteção catódica é um processo anticorrosivo ativo que complementa a proteção dada pelo revestimento externo e interno das tubulações - a energia elétrica necessária para proteger uma estrutura sem revestimento seria, em muitos casos, milhares de vezes superior. O sistema pode ser aplicado em gasodutos, polidutos, tanques de usos diversos, etc. O posicionamento e o dimensionamento dos elementos do sistema dependem de fatores como a geometria das tubulações e o meio onde os materiais são instalados.

Pode-se usar simulações em computador aliadas a experimentos em laboratório e em campo para avaliar os parâmetros do projeto. Também é preciso tomar cuidado para que a corrente de proteção não atue como corrente de corrosão de outras estruturas subterrâneas adjacentes. Os sistemas de proteção podem ser executa...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica