Publicado em 11 May 2021

As distâncias seguras para os membros superiores e inferiores em máquinas

Redação

As máquinas em movimento podem causar ferimentos de várias maneiras. As pessoas podem ser atingidas e feridas por peças móveis de máquinas ou material ejetado. Partes do corpo também podem ser puxadas ou presas entre rolos, correias e acionadores de polia. As arestas afiadas podem causar cortes e ferimentos graves, as peças com pontas afiadas podem causar facadas ou perfurar a pele e as peças da superfície áspera podem causar fricção ou abrasão. Igualmente, as pessoas podem ser esmagadas, tanto entre as peças que se movem juntas ou em direção a uma parte fixa da máquina, parede ou outro objeto, e duas peças que se movem uma pela outra podem causar cisalhamento. Além disso, partes da máquina, materiais e emissões (como vapor ou água) podem estar quentes ou frias o suficiente para causar queimaduras ou escaldaduras e a eletricidade pode causar choque elétrico e queimaduras. Tudo isso podem causar lesões que também podem ocorrer devido a máquinas tornarem-se não confiáveis e desenvolverem falhas ou quando as máquinas são usadas indevidamente por inexperiência ou falta de treinamento. Por isso, devem ser usadas as proteções fixas (por exemplo, fixadas com parafusos ou porcas e parafusos) para envolver as partes perigosas, sempre que possível e usar o melhor material para essas proteções - o plástico pode ser fácil de ver, mas pode ser facilmente danificado. Quando se usa tela de arame ou materiais semelhantes, certifique-se de que os orifícios não sejam grandes o suficiente para permitir o acesso às peças móveis. Se as proteções fixas não forem práticas, use outros métodos, por exemplo, bloqueie a proteção de modo que a máquina não possa iniciar antes que a proteção seja fechada e não possa ser aberta enquanto a máquina ainda estiver em movimento. Em alguns casos, os sistemas de desarme, como dispositivos fotoelétricos, tapetes sensíveis à pressão ou proteções automáticas podem ser usados se outras proteções não forem práticas. Deve-se entender os valores para distâncias de segurança em ambientes industriais e não industriais, com o objetivo de prevenir que zonas perigosas sejam alcançadas. As distâncias de segurança são apropriadas para estruturas de proteção e também deve-se compreender as informações sobre distâncias, para impedir o livre acesso de membros inferiores.

Da Redação – 

Algumas definições são importantes para se entender o problema. A estrutura de proteção, por exemplo, uma grade, um dispositivo de impedimento de acesso ou outra obstrução física (por exemplo, uma parte da máquina) que restringe o movimento do corpo e/ou de uma parte dele, é usada para impedir o alcance do corpo a zonas de perigo. O plano de referência é o nível no qual as pessoas normalmente poderiam permanecer durante o uso da máquina ou acesso à zona de perigo.

O plano de referência não é necessariamente o solo ou o piso (por exemplo, uma plataforma de trabalho pode ser o plano de referência). A distância segura de separação é aquela mínima distância requerida para o posicionamento de uma estrutura de proteção de uma zona de perigo.

Em alguns casos (por exemplo, máquinas agrícolas móveis, projetadas para se moverem em terreno irregular), as distâncias de segurança fornecidas na norma não podem ser aplicadas. Em tais casos, recomenda-se que pelo menos estruturas de proteção para restringir a livre movimentação dos membros inferiores sejam usadas.

Uma estrutura de proteção adicional pode ser us...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica