Publicado em 27 Jul 2021

A amostragem das matérias primas dos produtos refratários

Redação

Os refratários são materiais resistentes ao calor que constituem o revestimento de fornos e reatores de alta temperatura e outras unidades de processamento. Eles desempenham um papel triplo de fornecer resistência mecânica, proteção contra corrosão e isolamento térmico. Eles precisam resistir a todos os tipos de tensões (mecânicas, térmicas e químicas) encontradas em altas temperaturas, como fusão, erosão, deformação por fluência, corrosão e choque térmico. Os refratários são materiais essenciais para todos os processos de produção realizados em temperaturas elevadas, por exemplo, siderurgia, produção de cimento, vidro, cerâmica, metais não ferrosos, produção de energia de processamento petroquímico e incineração de resíduos, etc. ou onde quer que altas temperaturas sejam necessárias para fins de produção. Sem produtos refratários não haveria carros, aviões, trens, sem produtos petroquímicos ou eletricidade. A classificação de materiais refratários é baseada em propriedades e/ou características específicas, por exemplo, estado na entrega ou porosidade do material. As matérias primas utilizadas, bem como os aspectos de fabricação e aplicação, são outros fatores que formam a base para a classificação. Uma classificação relevante, no que diz respeito aos padrões de teste dos produtos refratários, geralmente leva em consideração várias propriedades e características. Na verdade, o seu conhecimento é vital para a grande maioria dos processos industriais, visto que grande parte dos produtos que são utilizados diariamente requerem produtos refratários para a sua fabricação, direta ou indiretamente na produção das respectivas matérias-primas ou componentes. Por isso, deve-se entender os métodos e as condições de amostragem para matérias primas e produtos refratários preparados não conformados, de forma a indicar os valores médios de uma partida e o intervalo de amostragem.

Da Redação – 

Na prática, um material refratário pode ser definido como aquele que consegue resistir a altas temperaturas sem deterioração das propriedades, tanto físicas quanto químicas, bem como das condições do processo onde atua, por um período tão longo de tempo para resultar economicamente lucrativo. Os materiais refratários podem ser classificados de acordo com vários critérios. Por seu caráter químico que indica o caráter reativo do material (ácido, neutro ou básico), seu comportamento frente a altas temperaturas e às escórias e banhos com os quais apresenta reações químicas.

Por sua composição química, pois dependendo das porcentagens de constituintes e aditivos, grupos e subgrupos são estabelecidos: sistemas de sílica, sistemas de sílica-alumina, sistemas de alumina, à base de óxido de magnésio, etc., com adições de carbono, zircão, carboneto de silício, etc., bem como combinações destas e de formulações especiais. Pela sua natureza química, em que é feita a classificação válida para pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, sendo que a grande maioria dos materiais é composta por óxidos; por sua forma que é...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica