Publicado em 17 Aug 2021

A conformidade da tubulação com parede estruturada de PVC-U, PP e PE

Redação

Os tubos e conexões de parede estruturada são produtos que têm um projeto otimizado com relação ao material utilizado, a fim de alcançar os seus requisitos físicos, mecânicos e de desempenho e incluem os sistemas de tubulação com parede estruturada de policloreto de vinila não plastificado (PVC-U), polipropileno (PP) e polietileno (PE). Os tubos flexíveis instalados no solo defletem durante a instalação, devido às forças exercidas sobre eles, bem como após a instalação, devido à acomodação do solo. A deflexão total alcançada após a instalação depende, em grande parte, da qualidade da mão de obra e, em menor medida, da rigidez do tubo. A escolha da rigidez anelar nominal (SN) pode ser feita com base nas seguintes situações de referência existentes: a mesma classe de tubo utilizada sob condição semelhante ou mais severa; o gráfico de projeto e o projeto estrutural Para o projeto estrutural, em geral, não é necessário aplicar métodos de cálculo analítico ou numérico para o projeto estrutural de uma construção das tubulações termoplásticas. Para que qualquer previsão calculada sobre o comportamento do tubo reflita a realidade, é extremamente necessário que as condições de instalação utilizadas para o cálculo sejam as mesmas aplicadas na instalação. Portanto, é importante que o esforço seja colocado no controle dos valores de entrada, por meio de estudos intensivos sobre o solo e do monitoramento das instalações. Em muitos casos, estão disponíveis informações práticas e/ou de referência, como, por exemplo que resultam em uma boa previsão do desempenho do tubo. Deve-se entender os parâmetros dos os sistemas de tubulação plástica subterrânea não pressurizada para drenagem e esgoto, em particular os sistemas de tubulação plástica com parede estruturada.

Da Redação – 

Nos Estados Unidos, o uso de polietileno reciclado pós-consumo e pós-industrial é normalizado desde 2007 com a publicação da primeira versão da ASTM F2648, aplicável aos tubos corrugados de polietileno de alta densidade (PEAD) para drenagem agrícola, superficial, de campos abertos e de estacionamentos. Os estudos desenvolvidos avaliaram o impacto do uso de polietileno reciclado pós-consumo e pós-industrial no desempenho de tubos corrugados de polietileno no período e demonstraram que há condições de apresentarem desempenho de curto e longo prazo equivalente ao dos tubos produzidos com resinas de polietileno de alta densidade 100% virgem.

No Brasil ainda se trata de um produto inovador, com um histórico de aplicação a ser construído. Com a publicação da série NBR ISO 21138, os tubos de policloreto de vinila (PVC), polietileno (PE) e polipropileno (PP) de parede estruturada passaram a ter uma norma brasileira para o estabelecimento dos requisitos e critérios mínimos para sistemas de coleta de esgoto e drenagem subterrânea. Antes de sua publicação, se limitava a especificação de requisitos de tubos para sistem...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica