Publicado em 17 Aug 2021

A Qualidade da repetibilidade e da reprodutibilidade dos métodos de medição

Redação

Existem dois métodos para realizar medições dimensionais: a medição direta e a indireta. Com medições diretas, os instrumentos de medição como calibradores, micrômetros e máquinas de medição por coordenadas são usados para medir as dimensões do alvo diretamente. Essas medidas também são conhecidas como medidas absolutas. As medições podem ser realizadas em uma ampla faixa especificada pela escala do instrumento de medição, mas também há a chance de que a medição esteja errada devido a leituras errôneas da escala. Com as medições indiretas, as dimensões são medidas usando instrumentos de medição, como medidores com mostrador, que observam a diferença entre os alvos e os dispositivos de referência, como blocos padrão e medidores de anel. Também são conhecidas como medidas comparativas devido ao fato de que uma comparação é realizada usando um objeto com dimensões padrão. Quanto mais predeterminada a forma e as dimensões de um dispositivo de referência, mais fácil se torna a medição. No entanto, este método também tem a desvantagem de a faixa de medição ser limitada. Os erros de medição são diferenças entre o valor verdadeiro e o medido ou entre o valor de referência e o valor medido. Eles são expressos como erro = valor medido - valor verdadeiro. Na realidade, é difícil obter o valor verdadeiro, não importa o quão precisa seja a medição, então é inevitável que exista alguma incerteza no valor medido. Assim, os erros sistemáticos são os valores medidos enviesados devido a uma causa específica. Os exemplos incluem variações de medição resultantes de diferenças entre instrumentos individuais (erros instrumentais), temperatura e formas específicas de medição. Os aleatórios são causados por circunstâncias aleatórias durante o processo de medição e os negligentes são causados pela inexperiência ou pelas operações incorretas executadas pelo indivíduo que faz a medição. Por isso é fundamental conhecer os princípios a serem observados no planejamento de experimentos para a estimação numérica da precisão de métodos de medição por meio de um experimento interlaboratorial colaborativo.

Da Redação – 

Em um processo de medir, normalmente, usa-se os termos veracidade e precisão para descrever a exatidão de um método. A veracidade se refere ao grau de concordância entre a média aritmética de um grande número de resultados de ensaio e o valor verdadeiro ou valor de referência aceito. A precisão se refere ao grau de concordância entre os resultados do ensaio.

A repetibilidade é uma medida da probabilidade de que, tendo produzido um resultado de um experimento, pode-se tentar o mesmo experimento, com a mesma configuração, e produzir exatamente o mesmo resultado. É uma maneira de os pesquisadores verificarem se seus próprios resultados são verdadeiros e não apenas artefatos casuais. Para demonstrar a repetibilidade de uma técnica, as condições do experimento devem ser mantidas.

O processo deve incluir a localização das ferramentas de medição, outro aparato usado no experimento, o observador, a hipótese e o período de tempo, pois fazer pausas de um mês entre as repetições não é uma boa prática. reprodutibilidadecontinuar lendo

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica