Publicado em 28 Jun 2022

Avaliando o ruído ambiental por meio de pesquisas sociais e socioacústicas

Redação

O incômodo induzido pelo ruído (noise-induced annoyance) ou ruído ambiental é a reação individual adversa de uma pessoa ao ruído e essa reação pode ser referida de várias maneiras, incluindo, por exemplo, insatisfação, aborrecimento, incômodo e perturbação devido ao ruído. O incômodo sonoro na comunidade (community noise annoyance) é a taxa de prevalência dessa reação individual em uma comunidade, quando medida pelas respostas às questões especificadas no estudo e expressa em termos estatísticos apropriados. Uma pesquisa socioacústica (socio-acoustic survey) é uma pesquisa social em que o incômodo induzido pelo ruído é avaliado e os valores medidos ou calculados das métricas de ruído são atribuídos ao ambiente residencial dos respondentes. Muitas pesquisas sociais generalistas de fatores ambientais, incluindo ruído, não são consideradas pesquisas socioacústicas, porque estas não possuem dados (medidos ou modelados) de ruído associados. Atualmente, qualquer pessoa, que pretenda habitar em locais com ruídos excessivos, deve realizar uma avaliação de risco que descreva como isso afetará a saúde das pessoas no local. Também deve identificar as medidas necessárias que serão tomadas para garantir que os níveis de ruído atendam aos requisitos dos regulamentos. As pessoas podem usar uma proteção auditiva e também zonas de proteção auditiva se o nível de ruído for de 85 decibéis ou superior. O nível em que as avaliações de risco devem ocorrer é de 80 decibéis. Não se recomenda que as pessoas devam ser expostas a níveis de ruído superiores a 87 decibéis, levando em consideração a redução proporcionada pela proteção auditiva. Quem for exposto a níveis sonoros superiores a 85 decibéis devem fazer testes auditivos regulares. Ao se identificar quaisquer atividades ruidosas que possam expor as pessoas nos locais de moradia a ruídos perigosos, a menos que se possa reduzir as exposições abaixo do padrão imediatamente, deve-se avaliar os riscos realizando uma avaliação de ruído. Existem especificações para pesquisas socioacústicas (socio-acoustic surveys) e para pesquisas sociais (social surveys) que incluem questões sobre os efeitos do ruído. Há questões a serem utilizadas, escalas de resposta, aspectos-chave da condução da pesquisa de opinião e relato dos resultados.

Da Redação – 

Medir os níveis de ruído e a exposição ao ruído dos locais de moradia é a parte mais importante de um programa de conservação auditiva e controle de ruído. Ele ajuda a identificar os locais onde há problemas de ruído, funcionários e moradores que podem estar expostos a níveis de ruído que podem causar a perda auditiva e onde é necessário fazer medições adicionais de ruído ou pesquisar sobre o problema. Essas informações também ajudam a determinar as medidas apropriadas de controle de ruído que precisam ser implementadas.

Para uma pesquisa sobre o nível de ruido, as questões diretas de avaliação podem ser nomear a fonte de ruído; interrogar sobre a atitude dos respondentes em relação ao ruído; e apresentar aos respondentes as opções entre um número limitado de respostas. Essas questões diretas de avaliação foram quase universalmente aceitas como a medida primária da relação entre o ruído e as reações dos residentes.

As respostas a essas questões diretas são mais explícitas e mais prontamente interpretadas do que as questões indiretas ou de comparação, ou seja, os dois outros tipos de questões que às ve...

Artigo atualizado em 28/06/2022 11:55.

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica