Publicado em 02 Oct 2018

Suicídio: especialistas discutem como enfrentá-lo

Redação

Quase 2.000 pessoas diariamente cometem suicídio e para tentar entender esse comportamento humano, quatro especialistas apontam como esses seres humanos chegam à mais trágica e irreversível de todas as decisões que ainda permanece um ato desconcertante.

A necessidade de profissionais que enfrentem o suicídio

kelly

Kelly Graziani Giacchero Vedana

Setembro Amarelo é tempo de falar sobre suicídio, um tema tabu que agora tem voz, principalmente no que concerne à prevenção e diminuição do número do mesmo, envolvendo diversas modalidades de campanhas. Mas precisamos focalizar também na esfera dos cuidados com quem tem ideação, tentou suicídio uma ou mais vezes, aos familiares impactados por essas tentativas ou pela morte de seus entes queridos. Cuidados também aos profissionais que perdem seus pacientes, apesar do seu esforço, sentindo-se fracassados e culpados pela morte deles.

Muitos profissionais se perguntam o que fazer diante de uma pessoa com ideação ou tentativa de suicídio. Como mecanismo de proteção, para não se confrontar com sua incerteza, se negam a atender pessoas nessa condição, utilizando manobras defensivas. Observamos que alguns falam mais do que ouvem, julgam clientes e em atitude contratransferencial descontam neles sua incapacidade, dúvida, incompetência, raiva e outros sentimentos, perdendo a possibilidade de escuta. Essa atitude precisa ser revista.

...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica