Publicado em 16 Apr 2019

Os impactos ambientais em instalações de armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis

Redação

Os impactos causados pelo armazenamento dos produtos inflamáveis e combustíveis estão relacionados com as suas características. Queimam com facilidade; podem produzir atmosferas explosivas em locais com deficiência de ventilação; um vazamento de um líquido inflamável pode gerar um incêndio que irá se movimentar, acompanhando o desnível existente no piso. Na verdade, os incêndios em líquidos normalmente são mais difíceis de serem combatidos do que em materiais sólidos, visto que é necessário extinguir o fogo toda superfície atingida. A projeção violenta do agente extintor sobre um líquido inflamado pode provocar respingos ou seu transbordamento, cuja consequência poderá ser a propagação do incêndio. Esses produtos geram mais ou menos impactos, tanto em termos de riscos como ambientais, conhecendo o seu pronto de fulgor que é a temperatura a partir da qual pode haver uma quantidade suficiente de combustível vaporizado a ponto de gerar uma reação em cadeia. Uma reação em cadeia é uma explosão. Quando uma molécula de combustível reage com o oxigênio presente no ar, ela gera energia, que faz com que a molécula vizinha também reaja, formando a reação em cadeia. Os inflamáveis líquidos são aqueles que possuem ponto de fulgor menor ou igual a 60ºC. No caso de um incêndio, o líquido inflamável pode incendiar-se, causar explosões e, se estiver armazenado nas dependências de um edifício com vários andares, criar uma situação de risco enorme para todas as pessoas que nele trabalham. Além da propagação do incêndio no pavimento, todo o prédio seria envolvido, tendo em vista o pânico decorrente da fumaça, que se espalharia através dos dutos dos elevadores e das comunicações entre pavimentos. A fumaça polui o ar, o combate ao incêndio gera líquidos modificados que irão para o meio ambiente, etc.

mauricio1

Mauricio Ferraz de Paiva –

O armazenamento de líquidos inflamáveis e combustíveis em construção vertical merece um tratamento diferenciado, com uma proteção especial aos trabalhadores que nela trabalham, pois uma eventual explosão coloca em risco não apenas aqueles que se encontram dentro do recinto onde estão localizados os tanques de combustível, mas, também, os empregados de outros andares, dependendo do impacto do acidente na estrutura do prédio, que poderá não suportar e ruir. Normalmente, quando ocorrem incêndios nesses locais é gerado uma fumaça preta que pode afetar a qualidade do ar na região do incêndio.



Além disso, com relação à população que vive próxima a essas instalações, as pessoas, dependendo da periculosidade, podem precisar ser deslocadas do local. Na verdade, a liberação de gases poluentes, resultado da queima de combustíveis como gasolina e etanol, pode causar efeitos imediatos no sistema respiratório. São su...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica