Publicado em 24 Sep 2019

Produtos da agricultura familiar podem melhorar com a Indicação Geográfica (IG)

Redação

Uma indicação de procedência como a Indicação Geográfica pode ser a ferramenta de empoderamento dos pequenos produtores familiares de agroalimentos e produtos de origem rural.

rogerio

Rogerio Ruschel

Embora mobilize mais de 20 milhões de pessoas, seja responsável por 74% da mão de obra no campo e responda por 33% do PIB agropecuário do Brasil, a agricultura familiar no país é tratada por políticas públicas como uma atividade secundária que precisa permanentemente de apoio governamental para sobreviver. Pois se nada for feito para mudar este quadro, a situação pode piorar com o Acordo Mercosul – União Europeia.



Com a gradativa queda dos impostos e redução dos preços dos produtos importados, vamos enfrentar uma grande batalha comercial aqui dentro do próprio território brasileiro, de produtos estrangeiros competindo contra concorrentes brasileiros e estrangeiros por preço. E neste cenário somente a valorização de um produto com uma marca própria ou a identificação de um produto com um território (Marca Coletiva, Identidade Geográfica ou Denominação de Origem) – será (como sempre foi) o único elemento que de fato di...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica