Publicado em 07 Jul 2020

Os testes para as alegações sensoriais

Redação

As alegações são as informações sobre um produto que destacam as suas vantagens, atributos sensoriais ou perceptuais, alterações de produto ou diferença frente a outros produtos visando captar a atenção do consumidor e aumentar a visibilidade do produto no mercado. Podem ser consideradas alegações: frases e imagens. As alegações de produtos na mídia impressa ou rádio, TV ou Internet requerem dados validados que sustentem a alegação pretendida. Como acontece na maioria dos testes sensoriais, é preciso inicialmente identificar os objetivos do projeto e do teste para o estudo. É recomendado que a afirmação da alegação indique se a alegação está baseada em métodos sensoriais de laboratório ou estudos com consumidores ou alguns testes químicos ou instrumentais. As alegações sensoriais para preferência ou aceitação (preferida em relação à marca líder ou melhor do que a concorrência) requerem testes de consumidores com questões de preferência ou aceitação para sustentar a alegação. As alegações sobre atributos ou desempenho dos produtos podem ser baseadas em dados com consumidores, solicitados a responder sobre os atributos específicos, ou podem ser baseadas em testes sensoriais de laboratório planejados para medir o (s) atributo (s) específico (s). Em alguns casos, ambos os tipos de testes (consumidores e laboratório) podem ser utilizados juntos para sustentar a mesma alegação. A equipe de criação das alegações precisa determinar o tipo e o conteúdo de alegação, a população-alvo e os aspectos do produto que são o foco da alegação. Só então o teste para sustentar a alegação vai gerar dados com o foco correto e a força para sustentar a alegação. Deve-se entender como é o funcionamento do delineamento e a implementação de testes que substanciem alegações sensoriais pertinentes somente no âmbito de atributos sensoriais ou perceptuais, ou ambos, de um produto.

Da Redação – 

A avaliação sensorial é um componente essencial de um projeto de pesquisa em alimentos ou desenvolvimento de produtos. É uma disciplina científica usada para evocar, medir, analisar e interpretar reações a essas características de alimentos e materiais à medida que são percebidas pelos sentidos da visão, cheiro, sabor, toque e audição. Os testes de avaliação sensorial podem ser usados em estudos de desenvolvimento de produtos, pesquisa, controle de qualidade e prazo de validade.

Em cada uma dessas aplicações, os dados da avaliação sensorial podem ser usados como base para a tomada de decisão. Vários fatores devem ser controlados na realização de um teste de avaliação sensorial para minimizar o erro experimental nos dados. Os testes sensoriais podem ser divididos em três grupos com base no tipo de informação que eles fornecem: discriminação, descritivo e afetivo. A seleção do teste apropriado deve ser baseada em objetivos claramente definidos para o projeto.

A falta de conclusão de que existe uma diferença significativa de preferência entre dois produtos não prova que dois produtos sejam igualmente preferidos. A falta de significância estatística pode ser devido a um número insuficiente de respondentes, resultando assim em um teste insensível, ou seja, um teste que não atinge a sensibilidade requerida; ou a incapacidade de encontrar uma preferência estatisticamente significativa pode ser devida ao erro de amostra...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica