Publicado em 18 Aug 2020

A segurança para a construção e instalação de elevadores

Redação

Um elevador de ação direta é hidráulico em que o êmbolo ou o cilindro é ligado diretamente ao carro ou à armação, o de ação indireta é o elevador hidráulico em que o êmbolo ou o cilindro é ligado ao carro ou à armação por meio de suspensão e o de tração é aquele cujos meios de suspensão são acionados por atrito nas ranhuras da polia motriz da máquina. O elevador hidráulico é aquele para o qual a energia necessária à elevação da carga é transmitida por uma bomba acionada eletricamente, a qual introduz um fluido hidráulico em um pistão que atua direta ou indiretamente no carro. Para isto, vários motores, bombas e/ou pistões podem ser utilizados. Os elevadores de passageiros e cargas são os que levam passageiros e que, eventualmente, transportam cargas específicas, conforme acordo entre o comprador e o fornecedor do elevador. É importante que a estrutura do edifício seja construída de modo a suportar as cargas e forças exercidas pelo equipamento do elevador. Se não forem especificadas de forma diferente em normas técnicas, para aplicações específicas, estas cargas e forças são os valores resultantes das massas estáticas; e os valores resultantes de massas móveis e suas operações de emergência. O efeito dinâmico é representado por um fator de 2. Também, é importante que as guias do elevador sejam suportadas de modo que os efeitos da movimentação da estrutura da edificação à qual estão ligadas sejam minimizados. Ao considerar as edificações construídas de concreto, blocos pré-moldados ou tijolos, pode-se presumir que os suportes de guia não serão submetidos ao deslocamento causado pela movimentação das paredes da caixa. No entanto, quando os suportes de guia estiverem fixados à estrutura do edifício por vigas de aço ou por fixação às estruturas de madeira, pode haver deformação desta estrutura devido à carga imposta pelo carro através das guias e suportes de guias. Além disso, pode haver movimento da estrutura de apoio do elevador devido às forças externas, como carga de vento, carga de neve, etc. Deve ser levada em consideração qualquer deflexão dessas vigas ou estruturas durante os cálculos requeridos. A deflexão total admissível das guias para a operação segura do freio de segurança etc. deve incluir qualquer deslocamento da guia devido à deflexão da estrutura do edifício e a deflexão da própria guia devido à carga imposta pelo carro. Portanto, é importante que as pessoas responsáveis pelo projeto e fabricação das estruturas se comuniquem com o fornecedor do elevador a fim de assegurar que as estruturas atendam a todas as condições de carga. Deve-se entender os requisitos de segurança para instalação permanente de novos elevadores de passageiros ou passageiros e cargas, com acionamento por tração ou acionamento hidráulico, servindo níveis de pavimento determinados, tendo um carro projetado para o transporte de pessoas ou pessoas e cargas, suspenso por cabos ou pistões e movendo-se entre guias inclinadas não mais que 15° em relação à vertical.

Da Redação – 

A cabina de um elevador é montada sobre uma plataforma, em uma armação de aço constituída por duas longarinas fixadas em cabeçotes (superior e inferior). O conjunto cabina, armação e plataforma denomina-se carro. O contrapeso consiste em uma armação metálica formada por duas longarinas e dois cabeçotes, onde são fixados pesos (intermediários), de tal forma que o conjunto tenha peso total igual ao do carro acrescido de 40 a 50% da capacidade licenciada.

Tanto a cabina como o contrapeso deslizam pelas guias (trilhos de aço do tipo T), através de corrediças. As guias são fixadas em suportes de aço, os quais são chumbados em vigas, de concreto ou de aço, na caixa. O carro e o contrapeso são suspensos por cabos de aço ou novos elementos de tração que passam por polias, de tração e de desvio, instaladas na casa de máquinas ou na parte superior da caixa. As posições extremas do carro, do contrapeso e do peso de balanceamento, de acordo com a tabela abaixo, devem ser consideradas nos requisitos do deslocamento guiado e dos espaços de refúgio e dos espaços livres.

O movimento de subida e descida do carro e do contrapeso é proporcionado pela máquina de tração, que imprime à polia a rotação necessária para garantir a velocidade especificada para o elevador. A aceleração e o retardamento oc...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica