Publicado em 01 Dec 2020

A segurança dos aparadores portáteis de cerca viva

Redação

O aparador de cerca viva é uma máquina equipada com lâminas metálicas, com movimento alternado de vaivém, destinada a cortar e formar cercas vivas, arbustos e vegetação similar. É formado por motor, espada de corte e empunhadura. As lâminas podem variar com relação ao tamanho e ao material, dependendo da função que irão exercer. O motor, de alta rotação, aciona as lâminas que vão promover o corte da planta. Os motores variam de acordo com o modelo e podem ser alimentados por energia ou à gasolina. Em resumo, esse motor, ao ser acionado pelo operador promove a movimentação das lâminas e, assim, o corte. A capacidade de corte também varia conforme o modelo do aparador e das lâminas. Na verdade, o motor do aparador de cerca viva é quem determina a sua atuação. O movimento do motor aciona a lâmina que, ao realizar um movimento de zigue-e-zague, corta os ramos das plantas, como uma pequena serra. Com o passar do tempo, será necessário afiar as lâminas para manter a capacidade de corte. Alguns modelos já acompanham o afiador, que é uma espécie de lixa, em forma de molas e fazem esse trabalho de forma automática. Para outros, o trabalho é manual e requer certa experiência. Se não for o seu caso, vale a pena delegar esse serviço para um profissional qualificado. A diferença entre os modelos de aparador de cerca viva disponíveis no mercado está no tipo de motor. Existem os que são alimentados por combustível, de dois ou quatro tempos, e os movidos a energia elétrica. Por serem mais potentes, os primeiros são utilizados amplamente para uso profissional. Já os modelos elétricos são preferidos nos trabalhos domésticos. Além do motor, outros aspectos diferem os modelos de aparador. Pode-se ressaltar citar a espessura da lâmina e as funções de cada um. Os usuários desses equipamentos devem ter conhecimento sobre os requisitos e as medidas de segurança para a verificação do projeto e construção de aparadores portáteis de cerca viva, acionados integralmente por motor a combustão, projetados para serem utilizados por um único operador para aparar cercas vivas e arbustos enquanto se utiliza(m) uma ou mais lâminas de corte lineares com movimento alternado de vaivém.

A melhor escolha desse tipo de equipamento é aquele em que a lâmina tenha entre 40 a 70 cm – o comprimento das lâminas pode ser indicado em polegadas. Quanto maior e mais robusta for a cerca viva, mais comprida deve ser a lâmina. Importante na escolha: podem ser movidos a energia elétrica, bateria ou gasolina. Cada um desses equipamentos possui pontos positivos e negativos.

O aparador de cerca viva pode ser utilizado em topiaria, a arte de podar plantas em formatos ornamentais. Nessa modalidade, opte por um equipamento com lâmina de corte duplo. É uma ferramenta motorizada que movimenta as lâminas rapidamente para criar o formato desejado em cercas vivas, arbustos que servem como delimitadores de jardim ou terreno. O equipamento simplifica o trabalho de poda das cercas vivas, que antes era realizado com uma tesoura de jardinagem. Antes de iniciar o trabalho, estabeleça o sentido do corte para promover uniformidade. Comece aparando as laterais, utilize os dois lados da lâmina para realizar um movimento semicircular de cima para baixo.

Para aparar o topo, a lâmina deve ser passada em apenas um sentido. Para facilitar, posicione a lâmina em um â...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica