Publicado em 11 Jan 2022

A gestão da confiabilidade dos componentes de transmissão pneumática

Redação

Um sistema pneumático são vários componentes interconectados usando o ar comprimido para fazer o trabalho em equipamentos automatizados. Os exemplos podem ser encontrados na fabricação industrial, uma garagem doméstica ou um consultório dentário. Este trabalho é produzido na forma de movimento linear ou rotativo, e o ar comprimido ou gás pressurizado é geralmente filtrado e seco para proteger os cilindros, atuadores, ferramentas, etc. que executam a operação. Algumas aplicações requerem um dispositivo de lubrificação que adiciona uma névoa de óleo ao sistema pressurizado fechado. A pneumática é uma aplicação de energia fluida - neste caso, o uso de um meio gasoso sob pressão para gerar, transmitir e controlar a energia. Normalmente usando gás comprimido, como ar a uma pressão de 60 a 120 libras por polegada quadrada (psi). A hidráulica é outra forma de potência fluida, que usa um meio líquido como o óleo, mas a uma pressão muito mais alta, com uma faixa típica de 800 a 5000 psi. Um grande motivo pelo qual a pneumática é usada é a simplicidade. Com pouca experiência, o controle liga-desliga de máquinas e equipamentos pode ser projetado e montado rapidamente usando componentes pneumáticos, como válvulas e cilindros. Com a preparação adequada do ar, os sistemas pneumáticos também são confiáveis, proporcionando uma longa vida útil com pouca manutenção necessária. Deve-se entender os procedimentos gerais, o método de cálculo para determinar a confiabilidade de componentes de transmissão pneumática e os métodos do relatório, além dos métodos de ensaio para determinar a confiabilidade de válvulas pneumáticas de controle direcional através de ensaios e os métodos do relatório dos resultados dos ensaios.

Da Redação – 

Embora um projeto usando pneumática seja simples, existem algumas técnicas para ajudar a criar um sistema melhor e mais eficiente. Assim é importante eliminar vazamentos e quaisquer sinais de vazamento de ar devem ser resolvidos imediatamente. Relacionado a isso está o comprimento do tubo, pois os comprimentos de tubo mais curtos minimizam o volume do sistema que deve ser pressurizado e desperdiçado a cada ciclo, minimizando o uso de ar.

Uma válvula montada diretamente em um cilindro é um exemplo extremo, fornecendo também a resposta mais rápida do sistema pneumático. Ao selecionar os componentes pneumáticos, deve-se certificar de não sobredimensioná-los e isso inclui os cilindros, as válvulas, as mangueiras e os tubos. Basicamente, deve-se determinar a força necessária para executar o trabalho, calculando o diâmetro do cilindro com base nisso e na pressão disponível.

Com a pressão e o diâmetro do cilindro conhecidos, calcule o volume de ar da válvula em m³/h, usando a pressão, o diâmetro, o comprimento do curso e o tempo do curso. Enquanto o cilindro está realizando trabalho, durante a fixação, por e...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica