Publicado em 14 Jul 2020

A conformidade dos polímeros ortodônticos

Redação

Os adesivos em odontologia, e especialmente em ortodontia, proporcionam a retenção necessária de materiais ou aparelhos restauradores na estrutura dentária. A ligação ortodôntica envolve principalmente polímeros, aplicados no esmalte tratado com ácido para fornecer retenção micromecânica. A resistência de união, a liberação do monômero e o grau de cura do adesivo polimérico são as variáveis que modulam o sucesso clínico e as propriedades biológicas dos materiais. Uma parcela significativa das propriedades da interface esmalte-adesivo-suporte fornece diferentes condições de carregamento, preparações de esmalte e condições de umedecimento. Os materiais autopolimerizáveis são os produtos que têm polimerização iniciada por meios químicos e que não requerem aplicação de temperaturas acima de 65 °C para completar a polimerização. Já o material termoplástico é o material polimérico rígido que pode ser amolecido pela aplicação de calor, para torná-lo modelável, e então retornado para o estado enrijecido por meio de resfriamento. Deve-se entender a conformidade dos polímeros ortodônticos e copolímeros usados na construção de aparelhos ortodônticos ativos e passivos, e especifica os seus requisitos.

Da Redação – 

Os polímeros são macromoléculas constituídas por milhares de pequenas unidades de repetição que se interligam a partir de ligações covalentes. A matéria prima para a produção de um polímero é o monômero, uma molécula com uma unidade de repetição (mono). Dependendo do tipo de monômero, pode-se classificar esses materiais em plásticos, fibras e borrachas.

O primeiro polímero puramente sintético surgiu em 1907 em que as resinas de fenol-formaldeído foram produzidas por Leo Baekeland - entre elas, o primeiro polímero sintético de uso comercial: a baquelite. Desde então, a indústria e o uso de polímeros não para de crescer. Muitas propriedades físicas são dependentes do comprimento da molécula, isto é sua massa molar. Como os polímeros normalmente envolvem uma larga faixa de valores de massa molar, é de se esperar uma grande variação em suas propriedades.

Uma vez que os polímeros têm um peso molecular alto, as propriedades químicas e físicas dessas moléculas são afetadas significativamente. Assim, quanto maior for o grau de polimerização, maior o peso molecular do polímero. Polímeros com peso molecular muito elevado são designados altos polímeros. Oligômeros (do grego: poucas partes) possuem baixo peso.

Dessa forma, pode-se dizer que os polímeros abrangem uma variedade imensa de materiais odontológicos, que vão desde os materiais de moldagem até os materiais utilizados em cirurgias, como fios de sutura ou biomateria...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica