Publicado em 25 Aug 2020

A conformidade dos equipamentos de manobra e comando em corrente alternada

Redação

A manobra e comando é um termo geral aplicável aos dispositivos de manobra e suas combinações com os dispositivos de comando, medição, proteção e de ajuste a eles associados, bem como os equipamentos destes dispositivos e equipamentos, com conexões, acessórios, invólucros e estruturas correspondentes. Os dispositivos de manobra possuem um interruptor mecânico capaz de estabelecer, suportar e interromper as correntes nas condições normais de circuito, incluindo as condições especificadas de sobrecarga em serviço, assim como de suportar durante um tempo especificado as correntes nas condições anormais especificadas do circuito, como aquelas de curto-circuito. O interruptor pode ser capaz de estabelecer as condições de curto-circuito, mas não é capaz de as interromper. Também possuem um seccionador que assegura, em posição aberta, uma distância de seccionamento satisfatória às condições especificadas. O seccionador é capaz de abrir e fechar um circuito quando uma corrente desprezível é interrompida ou estabelecida, ou quando não ocorre alteração perceptível na tensão nos bornes de cada um dos polos do seccionador. Também é capaz de suportar as correntes nas condições normais do circuito e de suportar as correntes durante um tempo especificado nas condições anormais, como as de curto-circuito. O equipamento deve possuir proteção proporcionada por um invólucro contra o acesso às partes perigosas, principalmente para as pessoas contra o contato com partes vivas perigosas de baixa tensão; o contato com partes mecânicas perigosas; a aproximação a partes vivas perigosas de alta tensão por meio de uma distância suficiente no interior do invólucro. Esta proteção pode ser provida por meio do próprio invólucro; por meio de barreiras fazendo parte do invólucro ou distâncias suficientes no interior do invólucro. Assim, o invólucro parte que assegura o tipo e o grau de proteção apropriados para a aplicação prevista. Os invólucros asseguram a proteção de pessoas ou animais contra o acesso a partes perigosas. As barreiras, formas de abertura ou quaisquer outros meios (que são solidários ao invólucro ou formados por equipamentos internos), apropriados para impedir ou limitar a penetração dos calibradores de ensaio especificados, são considerados uma parte do invólucro, quando eles são assegurados em sua posição por meio de intertravamentos, chaves ou por um equipamento especial necessitando de uma ferramenta para a sua retirada. Deve-se entender que os equipamentos de manobra e comando de alta tensão, incluindo os dispositivos de manobra e equipamentos auxiliares que formam parte integrante, sejam utilizados de acordo com as suas características nominais e nas condições normais de serviço descritas abaixo. O funcionamento nas condições normais de serviço é considerado coberto pelos ensaios de tipo de acordo com esta norma e com a norma de produto correspondente.

Da Redação – 

As manobras de equipamentos de alta tensão normalmente causam transitórios eletromagnéticos que podem provocar sérios inconvenientes à operação do sistema elétrico, tais como sobretensões harmônicas temporárias, atuação indesejável e/ou incorreta do sistema de proteção, atuação de para-raios, envelhecimento precoce do isolamento não autorregenerativo, falhas em equipamentos, variações de tensão, degradação da qualidade da energia elétrica, entre outros. Esses transitórios podem ser significantemente reduzidos ou mesmo eliminados por meio da utilização de estratégias de controle do chaveamento do disjuntor que manobra o equipamento, pré-determinando-se os instantes de abertura e/ou fechamento dos seus polos.

O fabricante deve especificar o tipo, a quantidade solicitada e a qualidade requerida do líquido a ser utilizado no equipamento de manobra e comando. Deve fornecer ao usuário as instruções necessárias para a regeneração do líquido e a manutenção da sua quantidade e qualidade requeridas, exceto para sistemas de pressão selados. Para equipamentos de manobra e comando preenchidos com óleo, deve ser utilizado óleo isolante de acordo com a IEC 60296.

O fabricante deve especificar o tipo e a quantidade solicitada e a qualidade do gás a ser utilizado no equipamento de manobra e comando. Deve fornecer ao usuário as instruções necessárias para a regeneração do gás e a manutenção da sua quantidade e qualidade solicitadas. E...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica