Publicado em 31 Aug 2021

Como implementar um robô em uma fábrica

Redação

Os cobots compartilham o posto de trabalho com os funcionários, colaborando, manobrando e interagindo com eles. Não só não substituem a mão de obra humana, mas também se convertem em seus guarda-costas. Essas máquinas liberam os funcionários das tarefas mais perigosas, repetitivas e pesadas reduzindo as faltas e as doenças no trabalho. Além disso, têm sensores capazes de detectar a presença humana e agir de acordo, como, por exemplo, diminuindo a sua velocidade para não causar ferimentos. Eles também se destacam por sua leveza, alguns pesam menos de 10 kg, o que facilita o seu transporte para qualquer ponto da cadeia produtiva.

Denis Pineda – 

Diante de um mercado cada vez mais competitivo, as empresas estão adotando soluções inovadoras para tornar os processos mais ágeis. Por isso, os robôs colaborativos têm ganhado cada vez mais espaço no setor industrial. Isso porque eles proporcionam vantagens significativas para as empresas que desejam automatizar suas atividades.

Por meio deles, as fábricas conseguem resolver problemas de ergonomia, produtividade, qualidade de produto e segurança, além de agilizar processos repetitivos e monótonos, tornando-os menos complexos e mais sustentáveis. Mas, para que elas tenham resultados satisfatórios é necessário ter uma estratégia muito bem definida, como ela será implementada e quais os objetivos a serem alcançados.

Depois que todos esses fatores forem considerados, é preciso saber como implementar um robô em uma fábrica. Por isso, listei algumas dicas abaixo para ajudar o setor industrial.

- O que você gostaria de automatizar? Os cobots são indicados para automatizar pequenas tarefas repetitivas, antes desempenhadas pela mão de obra humana. O objetivo de sua instalação é garantir que os profiss...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica