Publicado em 07 Dec 2021

Gerenciando a qualidade dos tubos de polietileno em um sistema de irrigação

Redação

A civilização provavelmente não seria possível sem alguma forma de irrigação, pois a sua forma mais antiga envolvia pessoas carregando baldes de água de poços ou rios para despejar em suas plantações. Com o desenvolvimento de melhores técnicas, as sociedades construíram canais de irrigação, represas, diques e instalações de armazenamento de água. Na Roma antiga, foram construídas estruturas chamadas de aquedutos para transportar a água da neve derretida nos Alpes para cidades e vilas nos vales abaixo. Essa água era usada para beber, lavar e irrigar. As plantações são irrigadas por vários métodos: inundando um campo inteiro, canalizando a água entre fileiras de plantas, borrifando água através de grandes irrigadores ou deixando a água cair nas plantas através de buracos em canos. Deixar a água cair nas plantas através de furos em canos, conhecido como irrigação por gotejamento, é considerado um dos métodos bem eficientes de irrigação que concentra a água na própria planta. Outros métodos podem desperdiçar água, permitindo que ela seja absorvida pelo solo onde não há plantas. A água também pode evaporar no ar quando pulverizada por meio de sprinklers. O uso de sistemas de tubulação (em vez de valas de terra) para transportar e distribuir água para os campos apresenta vantagem, pois pode aumentar a eficiência da irrigação na fazenda, evitando a perda de água devido à percolação profunda de valas de transporte de terra. Além disso, as flutuações nos níveis de água dos canais de irrigação são comuns e o uso de valas de barro e tubos de sifão requer mão de obra intensiva para evitar o derramamento de água como resultado de tais flutuações, pois, por exemplo, os tubos de sifão podem perder seus vácuos e parar de funcionar. Ao contrário, um sistema de irrigação por tubulação precisa apenas ter uma saída aberta para fornecer água por meio da tubulação aos sulcos e ela pode ser deixada sem supervisão, mesmo quando ocorrem flutuações nos níveis da água. Assim, com sistemas de irrigação por tubulação, um irrigador pode controlar de seis a oito frentes de irrigação. Por isso, deve-se conhecer os requisitos para tubos de polietileno (PE) empregados em sistemas de irrigação localizada, enterrados ou não, sob pressão de serviço a 20°C, de 0,3 MPa para os tubos PN 30 ou de 0,4 MPa para os tubos PN 40.

Da Redação – 

A irrigação existe desde que os humanos cultivam plantas, pois a primeira invenção do homem depois de aprender a cultivar plantas a partir de sementes foi provavelmente um balde. Os povos antigos devem ter tido costas fortes por terem de carregar baldes cheios de água para despejar sobre suas primeiras plantas. Derramar água nos campos ainda é um método comum de irrigação hoje, mas outros métodos mais eficientes e mecanizados também são usados.

Um dos métodos mecanizados mais populares é o sistema de irrigação de pivô central, que usa pistolas de pulverização móveis ou torneiras pingando em tubos com rodas que giram em torno de uma fonte central de água. Os campos irrigados por esses sistemas são facilmente vistos do ar como círculos verdes. Existem muitas outras técnicas de irrigação que os agricultores usam atualmente, pois sempre há a necessidade de encontrar formas mais eficientes de usar a água para irrigação.

Dessa maneira, uma técnica tão antiga e importante deveria ser sempre estudada e avaliada como instrumento essencial para viabilizar o desenvolvimento socioeconômico e cultural de regiões d...

Artigo atualizado em 07/12/2021 05:55.

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica