Publicado em 09 Oct 2018

Os disjuntores para a proteção contra sobrecorrentes em instalações elétricas

Redação

Os disjuntores atuam em função dos níveis da corrente elétrica que atravessa o sistema: quando ocorre alguma sobrecarga, o aparelho desarma e interrompe o funcionamento de toda a rede, impedindo danos ao próprio circuito e aos eletrônicos nele conectados.

disjuntores2Da Redação –

Os disjuntores (aberto, caixa moldada, modular e motor) têm a curva de funcionamento que representa os pontos de atuação das proteções de sobrecarga (L), curto circuito instantâneo (I), curto circuito temporizado (S) e curto circuito fase terra (G). A corrente nominal da carga deve estar com os seus valores abaixo da linha de funcionamento assim como nas ocorrências dos transientes promovido pelos tipos de carga.

Neste quesito existe os disparadores que possuem a curva de funcionamento adequado aos tipos de carga, exemplo típico é o disjuntor com disparador para proteger os circuitos onde a carga é um motor. Esse, ao ser energizado, provoca um transiente que pode chegar a 12 vezes a corrente nominal e para suportar esses valores de corrente de partida utilizam-se os disparadores especifico onde o ajuste da proteção contra curto-circuito pode ser feita em até 14 vezes a corrente nominal.



Os disjuntores normalmen...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica