Publicado em 29 Dec 2020

A capacitação dos colaboradores no carregamento de produtos perigosos

Redação

Os produtos perigosos são aqueles que tenham potencial de causar danos ou apresentem risco à saúde, à segurança e ao meio ambiente, e tenham sido classificados de acordo com os critérios definidos pela regulamentação de transporte, relacionados nas instruções complementares do regulamento para o Transporte de Produtos Perigosos (RTPP) da agência reguladora. O transporte terrestre de produtos perigosos está sujeito aos regulamentos de transporte, local de trabalho, armazenamento, consumidor e proteção do meio ambiente, para prevenir acidentes a pessoas, propriedade ou meio ambiente, a outras cargas ou meio de transporte empregado. Dessa forma, o sucesso da aplicação das regras relativas ao transporte de produtos perigosos depende muito da avaliação por todos os profissionais dos riscos envolvidos. Assim, o treinamento é fundamental para obter uma compreensão detalhada dos processos. De postos de gasolina a produtos de limpeza doméstica, de plantas industriais a importadores, os trabalhadores frequentemente manuseiam os produtos perigosos que podem comprometer a saúde e a segurança de outras pessoas ao seu redor se não forem manuseados de maneira adequada e de acordo com os regulamentos e as normas técnicas. A razão mais importante para o treinamento com produtos e cargas perigosos é garantir a saúde e a segurança dos trabalhadores, locais de trabalho, propriedades e meio ambiente. Cada perigo vem com seus próprios efeitos colaterais e potencial de danos. Embora muitas pessoas confiem em suas habilidades para lidar com produtos químicos e outros materiais perigosos, o seu manuseio envolve mais do que evitar o simples contato com a pele. Gases tóxicos, por exemplo, podem causar efeitos colaterais graves se inalados. Mesmo se um trabalhador for cuidadoso ao manusear os produtos perigosos, eles podem estar constantemente expostos a esse gás tóxico que pode vazar através dos materiais e causar irritação na pele. Mesmo que os efeitos não sejam perceptíveis imediatamente, os sinais e sintomas podem começar a aparecer com o tempo, como problemas respiratórios ou câncer. Quando ocorre um derramamento de produto perigoso, será que o colaborador sabe o que fazer? Sem os procedimentos adequados e o treinamento correto, pode-se ter efeitos prejudiciais para o indivíduo, outras pessoas nas proximidades e pode causar efeitos prejudiciais à propriedade ou ao meio ambiente. Existem parâmetros mínimos para a capacitação de colaboradores na realização das atividades de carregamento, descarregamento e transbordo de produtos classificados como perigosos para transporte a granel e embalado.

Da Redação – 

Os treinamentos para lidar com os produtos perigosos existem para preparar o trabalhador em reconhecer, agir e controlar um acidente, além de prestar os primeiros socorros. A empresa deve trabalhar com a capacitação total do colaborador, para que ele se torne apto a prestar socorro em casos de explosões, vazamentos, derramamentos, incêndio, ou contato com produtos perigosos nocivos.

Esse tipo de curso é recomendado para empresas do setor químico, que trabalham com tintas, cosméticos, medicamentos, petróleo, produtos radioativos entre outros produtos. O treinamento colabora para que, em caso de acidente, o dano à pessoa ou ao local seja minimizado. Além disso, no caso de produtos químicos, o curso deve colaborar para a preservação do meio ambiente. A empresa emite um certificado para os trabalhadores que cumprirem o curso, que atesta a capacitação do trabalhador para lidar com produtos perigosos.

Para trabalhar na área, é preciso conhecer as principais legislações e os procedimentos que são realizados, sendo que os profissionais atuantes neste setor devem estar preparados e capacitados para lidar com a...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica