Publicado em 09 Mar 2021

A amostragem para os ensaios em concreto fresco

Redação

Em uma construção, o concreto tem a função de resistir aos esforços de compressão aos quais a estrutura está submetida e conferir proteção ao aço. Para que a estrutura de concreto atenda às especificações do projeto, além dos cuidados referentes à armadura, cimbramento e fôrmas, é preciso considerar uma série de fatores do próprio concreto, tais como: as propriedades dos seus materiais constituintes, a dosagem da mistura e a execução da concretagem. Se algum desses itens não for realizado adequadamente, há uma grande probabilidade de ocorrência de problemas na estrutura. Salienta-se que não há a possibilidade de compensar a deficiência em uma das operações com cuidados especiais em outra. O cimento, ao entrar em contato com a água, reage quimicamente, passando por um processo de hidratação. Durante a hidratação, cada grão do cimento desdobra-se em inúmeras partículas, formando um sólido poroso denominado gel de silicato de cálcio hidratado. Como resultado dessa reação, o volume dos sólidos cresce dentro dos limites da pasta, produzindo os embricamentos. Esse processo é complexo e envolve diversas variáveis e, para avaliar a qualidade do concreto, é importante conhecer as suas propriedades, seja no estado fresco, desde o momento da colocação da água até o adensamento na fôrma; seja no estado endurecido, resistindo às ações solicitadas ao longo da vida útil. No espaço de tempo que o concreto permanece plástico, as características de maior importância são: consistência, coesão e homogeneidade. A combinação dessas três características é denominada trabalhabilidade que é a propriedade do concreto em ter a facilidade de redução de vazios e de adensamento do concreto; possuir a facilidade de moldagem, relacionada com o preenchimento da forma e dos espaços entre as barras de aço; e a resistência à segregação e manutenção da homogeneidade da mistura, durante manuseio e vibração. A trabalhabilidade é uma propriedade transitória que depende de diversos fatores, dentre os quais se destacam: as características e dosagens dos materiais constituintes e o modo de produção do concreto. Deve-se entender a amostragem e os métodos de ensaios em relação ao concreto fresco.

Da Redação – 

Pode-se definir o concreto como sendo um compósito originado da mistura de pelo menos um aglomerante (cimento), agregados (areias e britas) e água, que tem por finalidade adquirir a forma desejada pelo idealizador do projeto quando no estado fresco e oferecer resistência e durabilidade quando no estado endurecido. Todavia, em situações especiais existe a necessidade de se elaborar novas formulações para esta mistura.

Assim, outros agregados, aglomerantes, aditivos e adições poderão ser utilizados, conforme a necessidade de cada obra. A princípio o concreto no seu estado fresco permite ser moldado nas mais diversas formas, texturas e finalidades. Contudo, um concreto com qualidade necessita de diversos cuidados, que vão desde a escolha de seus materiais, a elaboração do projeto de dosagem (traço) que garanta as propriedades informadas ao cliente, a homogeneização da mistura através dos caminhões betoneiras, a sua correta aplicação, o adensamento realizado de forma adequada e a cura correta da estrutura, garantirão ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica