Publicado em 09 Mar 2021

A detecção de descontinuidades em juntas soldadas por radiografia

Redação

A inspeção de solda por radiografia é um método de ensaio não destrutivo (END) usado para detectar descontinuidades dentro da estrutura interna das soldas. Este método de ensaio faz uso de raios X, produzidos por um tubo de raios X, ou raios gama, produzidos por um isótopo radioativo. O princípio básico da inspeção radiográfica de soldas é o mesmo da radiografia médica. A radiação penetrante é passada através de um objeto sólido, neste caso uma solda ao invés daquela parte do corpo humano, em um filme fotográfico, resultando em uma imagem da estrutura interna do objeto sendo depositada no filme. A quantidade de energia absorvida pelo objeto depende de sua espessura e densidade. A energia não absorvida pelo objeto causará a exposição do filme radiográfico. Essas áreas ficarão escuras quando o filme for revelado. As áreas do filme expostas a menos energia permanecem mais claras. Portanto, as áreas do objeto onde a espessura foi alterada por descontinuidades, como porosidade ou rachaduras, aparecerão como contornos escuros no filme. As inclusões de baixa densidade, como escória, aparecerão como áreas escuras no filme, enquanto inclusões de alta densidade, como tungstênio, aparecerão como áreas claras. Todas as descontinuidades são detectadas pela visualização da forma e variação na densidade do filme processado. Deve-se compreender os parâmetros para a realização do ensaio não destrutivo por meio de radiografia convencional utilizando raios X e/ou raios gama, para detecção de descontinuidades em juntas soldadas de materiais metálicos.

Redação – 

Os ensaios radiográficos podem fornecer um registro de filme permanente da qualidade da solda que é relativamente fácil de interpretar por pessoal treinado. Este método de ensaio é geralmente adequado para ter acesso a ambos os lados da junta soldada, com exceção das técnicas de imagem de sinal de parede dupla usadas em algumas tubulações.

Embora este seja um método lento e caro de teste não destrutivo, é um método positivo para detectar porosidade, inclusões, rachaduras e vazios no interior de soldas. É essencial que o pessoal qualificado conduza a interpretação radiográfica, uma vez que a interpretação falsa das radiografias pode ser cara e interferir seriamente na produtividade. Existem considerações de segurança óbvias ao conduzir ensaios radiográficos. Os raios X e a radiação gama são invisíveis a olho nu, mas podem ter implicações graves para a saúde e a segurança.

Dessa forma, deve ser usado um sistema de identificação permanente na radiografia, utilizando-se letras de chumbo ou papel fino transparente em conjunto com telas intensificadoras fluorescentes. Não é permitido escrever ou adulterar por ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica