Publicado em 22 Jun 2021

A determinação do ruído do ventilador do sistema de arrefecimento do motor

Redação

O sistema de arrefecimento do motor é responsável por manter a temperatura ideal do veículo. Desta maneira, impede que o automóvel, quando em atividade, fique muito quente. Portanto, opera tanto como uma proteção para o veículo quanto para o condutor. Quando ele se encontra em bom funcionamento, por exemplo, é possível garantir que o automóvel não atingirá um nível de temperatura que o impeça de circular. Caso o sistema de arrefecimento não fosse presente nos veículos, os condutores viveriam na instabilidade de ocorrer uma explosão a qualquer momento. Desta maneira, como o sistema de arrefecimento controla a temperatura do motor, impede que as demais peças se deteriorem pela ação do calor em excesso. Por isso, é importante que os condutores se conscientizem da necessidade de mantê-lo em bom estado, principalmente quando pretendem fazer uma viagem muito longa. O sistema de arrefecimento do motor é montado por um ciclo fechado que contém sete componentes principais: bomba d’água, sensor de temperatura, válvula termostática, reservatório, radiador, aditivo e ventoinha ou ventilador. Com o fluxo fechado destas peças, não é possível que a água evapore. Tal questão aumenta a durabilidade do líquido no reservatório, algo que, em modelos antigos, era bem mais difícil. As peças do sistema de arrefecimento devem ser trocadas de acordo com a orientação feita pelo fabricante ou quando apresentarem defeito. A regra para o fluido do sistema é diferente. O ideal é seguir a recomendação do manual do proprietário que indicará o prazo de troca do fluido. A indicação de troca preventiva é a cada um ano. Assim, a cada ciclo completo é fundamental que o condutor leve o carro até uma oficina mecânica especializada para fazer a verificação. As mangueiras também precisam ser checadas. Afinal, de acordo com a utilização do veículo elas podem sofrer desgaste e, portanto, apresentar ressecamento. Quando se anda de carro por um tempo, estaciona e desliga, o veículo emite um som. Esse barulho é do sistema de arrefecimento, que dá uma ventilada no motor. Ele controla a temperatura do motor a combustão dos automóveis. O sistema ajuda o motor a ter mais durabilidade, maior economia de combustível, mais desempenho e menos poluição. Deve-se entender que há um método para determinação da influência do ruído emitido pelo ventilador do sistema de arrefecimento do motor em veículos da categoria M3 na condição parado, propulsados somente por motores de combustão interna.

Da Redação – 

O controle da temperatura do motor é realizado por módulo eletrônico, por meio dos dados de entrada provenientes dos sensores, e dos comandos de saída para seus atuadores. O ventilador do radiador consiste de uma hélice com desenho apropriado para arrefecimento, geralmente feita de plástico moldado por injeção, podendo ser acoplada a um motor elétrico, ou a um sistema de embreagem de fluído viscoso.

Trata-se de um atuador do sistema de injeção eletrônica cuja a função é resfriar de forma forçada a água contida no radiador, para quando esta for liberada para o motor pela válvula termostática, possa arrefecer o motor e mantê-lo na temperatura ideal de funcionamento. Para o resfriamento do fluido de arrefecimento, a o módulo eletrônico leva em consideração informações como a temperatura do motor – sensor de temperatura; velocidade do veículo – sensor de velocidade.

Do sistema, fazem parte o líquido de arrefecimento; bomba; radiador; válvula termostática; sistema de passagem de ar forçado; mangueiras; sensor de temperatura; tanque de expansão; tampa do tanque de expansão; e termointerruptor. O líquido de ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica