Publicado em 22 Jun 2021

As micro e pequenas empresas e o necessário acesso ao crédito

Redação

Hoje, alguns setores conseguiram implementar novos arranjos de negócios que permitiram não só mantê-los, mas, também, desenvolvê-los. Outros segmentos foram bastante prejudicados. Além disso, os grandes grupos empresariais, por possuírem maior fôlego financeiro e de estrutura, conseguiram administrar as dificuldades e, de alguma forma, tiveram êxito na implementação das necessárias adaptações aos protocolos sanitários exigidos pelo momento de absoluta excepcionalidade. Neste processo, não foi previsto um espaço para o tratamento das micro e pequenas empresas, que sofreram um processo de espoliação maior que o normal, pois excluídas de crédito e da adequada comercialização de seus produtos, deram origem a um alto grau de estagnação verificado em seus negócios.

Cesar Bergo – 

Originários notadamente do artesanato e do comércio, os empreendimentos de pequeno porte vêm, ao logo do tempo, participando ativamente da história econômica nacional, sobretudo pela sua grande relevância para os rumos tomados pelo mercado de trabalho no país. Nos dias de hoje, estão presentes em vários setores da economia e possuem participação igualmente importante nos cenários político e social.

No Brasil, este tipo de negócio abrange 99% das empresas estabelecidas, responsáveis por 55% das ocupações formais e por quase 30% de tudo que é produzido no país (Sebrae, 2020), e possuem grande importância para sustentação da economia brasileira. Dito isso, podemos notar que as micro e pequenas empresas são um dos principais pilares de sustentação da nossa economia, quer pela sua enorme capacidade geradora de empregos, quer pelo infindável número de estabelecimentos desconcentrados geograficamente.

Outro fator de destaque é o importante papel desses negócios como indutores do d...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica