Publicado em 02 Mar 2021

A segurança dos podadores motorizados montados em hastes portáteis

Redação

A arborização urbana contribui notavelmente para a qualidade de vida e o bem-estar da população, pois há melhoria do microclima, um abrandamento da poluição sonora, redução do impacto das chuvas e purificação do ar pela fixação de poeiras. Para o serviço de poda são utilizados diversos tipos de ferramentais auxiliadores ao ser humano na execução do trabalho, como por exemplo, as máquinas mais utilizadas estão as moto-podas e as motosserras. As motosserras apresentam deficiências de projeto que podem levar a problemas de segurança e conforto para o operador, por isso, hoje muitos operadores usam a moto-poda que diminui um pouco das vibrações que causam esse desconforto e assim diminuem os riscos de acidentes. A atividade de poda exige muita atenção para que se possam evitar os acidentes, pois necessita, às vezes, de que o operador trabalhe sobre caminhões e cestas, escadas ou mesmo sobre as próprias árvores, manuseando as máquinas e equipamentos. Diversos fatores podem agravar os riscos de acidentes nestes casos, como ambiente de trabalho inadequado, elevada exigência de esforço físico, longas jornadas de trabalho, ineficiência no projeto de concepção das máquinas, operador não esteja utilizando os equipamentos de proteção individual (EPI) apropriados, falta de sinalização do local de trabalho. Em relação aos podadores de galhos com haste motorizado, deve-se entender as medidas de segurança para a sua verificação quanto ao projeto e à sua construção. Ele possui um motor de combustão interna integrado como sua unidade motorizada e que utilizam um eixo de transmissão para transmitir potência a um acessório de corte, que consiste em uma corrente de serra ou serra alternativa ou circular, com diâmetro externo de 205 mm.

Da Redação – 

Em linhas gerais, deve-se fazer uma avaliação dos riscos de acidentes que é de suma importância para as atividades de poda, pois seus resultados poderão ser empregados na prática com o intuito de melhorar e garantir a segurança e o bem-estar do trabalhador, aumentando assim, a eficiência do trabalho. Dentre os riscos avaliados estão os riscos físicos, ergonômicos, químicos e de acidentes inclusive relacionados a trabalho em altura e choques elétricos.

Nesse contexto, torna-se imprescindível que a sinalização do local também esteja adequada as normas de segurança do trabalho exigidas para a realização dessa atividade. Assim, os fabricantes de podadores motorizados montados em hastes portáteis devem dispor aos usuários desses equipamentos as informações de transporte, manuseio e armazenamento da máquina, incluindo o uso de uma proteção durante o transporte e armazenamento, limpeza e manutenção antes do armazenamento, e as instruções para segurar a máquina durante o transporte, para evitar a perda de combustível, dan...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica