Publicado em 18 Jun 2019

A corrosão nossa de cada dia

Redação

A corrosão é um fenômeno químico que degrada o metal, chegando ao ponto de prejudicar, e muito, as suas propriedades mecânicas. Em trabalhos que envolvem o armazenamento e o uso de ferro e aço, é dever do projetista analisar o ambiente ao qual o metal será exposto, bem como o tempo de exposição. Em aspectos gerais, é mais vantajoso utilizar materiais resistentes ou métodos de proteção contra os efeitos adversos da atmosfera ou do local onde há o estoque. Muitas vezes, porém, devido principalmente a questões financeiras, são utilizados metais sem preparação, mesmo sabendo que ocorrerá a corrosão e a deterioração.

Confidência do itabirano

Carlos Drummond de Andrade

itabira

Alguns anos vivi em Itabira.

Principalmente nasci em Itabira.

Por isso sou triste, orgulhoso: de ferro.

Noventa por cento de ferro nas calçadas.

Oitenta por cento de ferro nas almas.

E esse alheamento do que na vida é porosidade e comunicação.

A vontade de amar, que me paralisa o trabalho,

vem de Itabira, de suas noites brancas, sem mulheres e sem horizontes.

E o hábito de sofrer, que tanto me diverte,

é doce herança itabirana.

De Itabira trouxe prendas diversas que ora te ofereço:

esta pedra de ferro, futuro aço do Brasil;

este São Benedito do velho santeiro Alfredo Duval;

este couro de anta, estendido no sofá da sala de visitas;

este orgulho, esta cabeça baixa…

Tive ouro, tive gado, tive fazendas.

Hoje sou funcionário público.

Itabira é apenas uma fotografia na parede.

Mas como dói!

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica