Publicado em 15 out 2019

Os ensaios em seringas para insulina

Redação

As seringas para aplicação de insulina são graduadas em unidades, adequadas à concentração U-100, o que significa que em 1 ml há 100 unidades (UI) de insulina, concentração disponível no mercado brasileiro. As seringas com agulha fixa são as mais indicadas para a aplicação de insulina, pois não possuem espaço residual (espaço morto) e permitem associar dois tipos de insulina, quando necessário. Elas necessitam ser fabricadas em conformidade com a norma técnica que determina os métodos de ensaios para seringas estéreis, com ou sem agulhas, indicadas somente para aplicação de insulina. As seringas são para uso único em seres humanos.

insulina

Da Redação – 

Na tentativa de conseguir um bom controle metabólico junto aos portadores de diabetes, o tratamento substitutivo com insulina exógena se constitui em uma opção terapêutica e eficiente, frente à deficiência parcial e/ou total da secreção de insulina pelo pâncreas. Estima-se que 20 a 25% de todos os portadores de diabetes são tratados com insulina, sendo que de 5 a 10 % são do tipo 1, que necessitam deste hormônio para sobreviver e 15%, do tipo 2, que caminharam para a deficiência de insulina grave.

 



A insulina exógena também é utilizada nos casos de diabetes gestacional e em certas síndromes pancreáticas e endocrinopatias. Contudo, pode-se ressaltar que o uso da insulina é restrito, devido a problemas como o desconforto de injeções diárias, uma vez que as preparações insulínicas são efetivas quando administradas por via parenteral, no tecido subcutâneo e também pela dificuldade no reestabelecimento da insulinemia em níveis semelhantes ao fisiológico. A via utilizada p...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica