Publicado em 18 Aug 2020

O impacto da pandemia sobre os sistemas de gestão ambiental

Redação

Foi realizada uma pesquisa exploratória entre empresas industriais instaladas no Brasil certificadas ISO 14001, para compreender qual a chance de elas manterem essa certificação e qual a intenção de investir em gestão ambiental após a pandemia, e entre empresas industriais instaladas no Brasil não certificadas ISO 14001, para compreender a probabilidade de elas buscarem a certificação ISO 14001 após a pandemia. As conclusões foram de que a maior parte das empresas certificadas devem manter a certificação e continuar a investir em gestão ambiental, e a maior parte das empresas não certificadas não deve buscar tal certificação, mas uma parte das empresas certificadas deve abandonar a certificação, e uma parte um pouco maior de empresas certificadas deve reduzir os investimentos em gestão ambiental, o que deverá causar dificuldades para manter essa certificação. Por outro lado, haverá empresas não certificadas que buscarão tal certificação, de tal maneira que, passada a pandemia, é provável que a gestão ambiental retorne a seguir uma trajetória de crescimento.

Nasario de S. F. Duarte Jr. e Rogério Antunes Filipe Duarte - 

No primeiro semestre de 2020 correram o mundo imagens de animais selvagens passeando por cidades do mundo todo, inclusive no Brasil, após a decretação de lockdown naquelas localidades, como medida de combate à proliferação da pandemia. Também foi percebido em cidades como São Paulo, pela mesma razão, a melhoria da qualidade do ar que respiramos, bem como a redução do ruído ambiental, com os benefícios esperados à saúde. Isso tudo foi visto como auspicioso por alguns, acreditando que após a atual pandemia o mundo ressurgiria melhorado.

Mas, o otimismo foi logo substituído por uma realidade igual ou pior que a anterior, pois à medida que as medidas de isolamento vão sendo reduzidas devido à evolução histórica da pandemia, o movimento de automóveis, pessoas e atividades econômicas vai retornando, e algumas boas práticas ambientais vêm sendo, pelo menos temporariamente, deixadas em segundo plano.

Um exemplo é o aumento do consumo de plástico, usado em embalagens, luvas e outros recursos necessários para evitar contaminação, que muitas vezes são descartados sem cuidados no ambiente. Essas contradições, aliadas à dificuldade econômica vivida pelas empresas durante e prevista para após a crise sanitária, motivaram a buscar respostas às seguintes questões: as empresas que antes da pandemia possuíam a certificação ISO 14001:2015, relacionada ao sistema de gestão ambiental da em...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica