Publicado em 16 Mar 2021

Ansiedade versus comida: como controlar?

Redação

A pandemia aumentou os casos de ansiedade, mas existem processos para não utilizar a comida como válvula de escape. É importante ficar atento à alimentação nos momentos de nervoso e ansiedade. Mesmo na correria cotidiana, é possível encaixar um plano alimentar que seja prazeroso, nutritivo e saboroso.

Maria Julia Coto – 

Depois de um 2020 desafiador por conta de uma pandemia que ainda deve durar alguns meses, buscar alternativas para manter a saúde física e mental em dia é ordem. Mas, nem sempre é fácil. Em meio à crise, passar por situações que levem ao estresse, decepção, apatia ou momentos de grandes incertezas, as pessoas tiveram dificuldade em discernir onde acaba o apetite e começa a ansiedade.

De acordo com a pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde neste mês, em uma amostra de 19.826 entrevistados, 74% apresentaram sintomas de ansiedade durante a pandemia do novo coronavírus (covid-19). Em situações de nervoso e ansiedade, liberamos um hormônio chamado cortisol, produzido pela parte superior da glândula supra renal, que está diretamente envolvido na resposta ao estresse.

Ao aumentar o nível de cortisol, o corpo tende a mobilizar rapidamente as reservas de energia, ocasionando mudanças no metabolismo...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica