Publicado em 10 Mar 2020

A segurança e a higiene em obras e serviços de construção

Redação

A construção civil é uma indústria que apresenta grande quantidade de acidentes e que possui uma série de particularidades que a diferem de outros ramos industriais, é de fundamental importância que sejam desenvolvidos estudos e pesquisas voltados a este setor no que se refere à segurança e à saúde do trabalhador. Essa premissa é corroborada ao entender que a segurança e a saúde do trabalhador não são de interesse exclusivo dos funcionários e das empresas em que atuam, mas também do governo e de toda a sociedade, uma vez que acidentes, além de comprometerem a integridade dos trabalhadores, resultam em impactos sociais e elevado ônus econômico. Uma das principais causas de mortes na construção é a queda de altura que pode ser evitada com o uso de EPI. A queda de objetos é um acidente também bastante comum, sendo causado, entre outros motivos, por desatenção. Nos canteiros de obras, é comum encontrar mosquitos, cobras, aranhas e escorpiões, sendo preciso estar atento onde se pisa ou coloca a mão e andar sempre com os EPI indicados. A lesão por esforço repetitivo (LER) é outro problema nos locais de obras, sendo caracterizada pela repetição excessiva de um mesmo movimento e compromete principalmente os músculos, nervos e tendões, causando dores e inflamação. O impacto e colisões causadas por veículos ocorrem com os trabalhadores que dirigem, entre outros, caminhões, tratores e empilhadeiras devem sempre fazer o uso do cinto de segurança, além de EPI adequados, a fim de evitar esse tipo de acidente.?A manutenção de veículos em dia também é essencial. A exposição intensa e contínua a ruídos pode causar perda auditiva induzida por ruído quando o trabalhador é exposto de forma contínua, por exemplo, a um barulho de 85 decibéis (dB) durante oito horas ao dia. Quanto aos choques elétricos, em uma obra, apenas os eletricistas estão habilitados a fazer ligações, extensões e proteger as instalações elétricas. Ainda assim, devem sempre fazer uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) necessários. Os tombos ocorrem por vários motivos, desde escorregões em pisos molhados a corridas desnecessárias. Para evitá-los, é preciso muito cuidado, olhar por onde anda e organizar os ambientes da melhor maneira. As distensões musculares podem acontecer, por exemplo, ao levantar materiais pesados. Ocorrem quando o músculo está sob grande esforço e podem resultar na ruptura de algumas fibras musculares. Os cortes e lacerações são provocados geralmente pelo uso incorreto de equipamentos utilizados em obras, também ocorrem quando o profissional não é devidamente treinado para operar determinada máquina. O fornecimento de treinamento adequado é fundamental para evitar esse tipo de acidente. Dessa forma, é importante conhecer os requisitos normativos em relação à segurança e higiene em obras e serviços de construção e os procedimentos e medidas, de caráter individual e coletivo, para manutenção dessas condições na execução de tarefas específicas.

construção2

Hayrton Rodrigues do Prado Filho – 

Segundo o Ministério da Economia, por meio da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, um dos segmentos que mais registram acidentes de trabalho no Brasil é a construção civil, sendo o primeiro do país em incapacidade permanente, o segundo em mortes (perde apenas para o transporte terrestre) e o quinto em afastamentos com mais de 15 dias. O Anuário Estatístico de Acidentes de Trabalho (AEAT) apontou que, em 2017, ocorreram 549.405 acidentes de trabalho em todo o país. Na construção civil, foram 30.025, equivalente a 5,46% de todos os casos. O número de afastamentos do emprego por mais de 15 dias por conta das atividades profissionais no Brasil foi de 142.782. No setor, o número chegou a 11.894 na construção - 8,3% do total.

 



Se comparado a outras ocupações, o número é alto, sendo preciso considerar que o setor é bastante representativo - em 2017 havia 1,8 milhão de pessoas trabalhando na área - e que a natureza da atividade na constr...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica