Publicado em 28 Apr 2020

A indústria 4.0 e os artesãos da era digital

Redação

Do surgimento do tear mecânico até o lançamento de aplicativos, por exemplo, de transportes, como o Uber, a sociedade passou e passa por inúmeras transformações, que trazem naturalmente mudanças, inclusive nas formas e maneiras de se trabalhar.

Marcelo Souza - 

Todas as revoluções que vivenciamos, acompanhamos ou estudamos têm algo em comum, a conexão entre tecnologias que impulsionam e geram disrupções. Do surgimento do tear mecânico até o lançamento de aplicativos, por exemplo, de transportes, como o Uber, a sociedade passou e passa por inúmeras transformações, que trazem naturalmente mudanças, inclusive nas formas e maneiras de se trabalhar.

A mais recente transformação veio em decorrência da Quarta Revolução Industrial, também conhecida por Indústria 4.0, que trouxe consigo inúmeras tecnologias impulsionadoras que geram megatendências e disrupções sem precedentes e que emergiram com ainda maiores impactos durante a próxima década. Um dos mercado que representa esta mudança é o de mobilidade urbana, tanto no Brasil quanto no mundo.

Os taxistas que, assim, como os artesãos da indústria 1.0, eram detentores de grande conhecimento sobre seu ofício, sentiram grandes impactos durante as suas devidas revoluções. O conhecimento invejável sobre a geografia e locomoção nas cidades e megametrópoles como por exemplo São Paulo, construído durante anos de treino e trabalho, passaram a enfrentar a concorrência de motoristas de plataformas.

Esse conhecimento digital permitiu que uma pessoa, somente habilitada a dirigir, possa navegar facilmente pelas menos conhecidas vias da cidade, e isso só é possível por meio da conexão de tecnologias, como mapas que, somados a satélites, d...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica