Publicado em 12 Apr 2022

A execução correta da técnica construtiva taipa de pilão

Redação

A taipa de pilão é a parede executada com terra no estado úmido, sem ou com estabilizante, compactada em sucessivas camadas, dentro de fôrmas removíveis, com o uso de compactador manual ou mecânico. Muito importante é a fôrma que é um conjunto composto por placas rígidas, elementos estruturais e peças auxiliares, com a função de conter a mistura durante o processo de compactação e de dar o formato à taipa. Para a produção da taipa, deve-se montar a fôrma conforme a sequência executiva contida em projeto específico e preparar a mistura para a execução da taipa, utilizando o teor de umidade (w) de compactação correspondente à massa específica aparente seca (?d). Transportar, lançar e compactar a mistura no interior da fôrma, seguindo as condições gerais estabelecidas na norma técnica, formando a primeira camada de mistura compactada. Repetir os processos de transporte, lançamento e compactação da mistura, em camadas sucessivas, até completar a fôrma ou atingir o respaldo da parede. Desformar a taipa e realizar os procedimentos de desforma e secagem da taipa. Realizar a inspeção da taipa e, após a inspeção da taipa, preencher os vazios e revestir a superfície com uma mistura plástica de terra-água ou material compatível à taipa, nas seguintes situações: desagregação, arrancamentos e fissuras na superfície da taipa que se enquadrem e sejam admissíveis; aberturas e orifícios de até 5 cm de diâmetro, com espaçamento vertical mínimo de 30 cm e espaçamento horizontal mínimo de 60 cm, utilizados para trabalhos temporários, como travamento; sulcos abertos para as instalações elétricas e hidráulicas na taipa. Durante a execução da taipa, verificar o grau de compactação a cada 3 m³ de mistura compactada ou a cada 4 h de trabalho de compactação da mistura, o que ocorrer primeiro. Assim, em linhas gerais, a construção em taipa é um método de construção estrutural de comprimir uma mistura arenosa em um material duro semelhante a arenito. As paredes de terra batida lembram a construção de adobe, pois ambas usam solo misturado com aditivos impermeabilizantes. Em partes chuvosas do mundo, os construtores desenvolveram a construção usando uma mistura de solo e cimento compactada em fôrmas e, posteriormente, quando elas são removidas, as paredes de terra sólida permanecem. A compressão do material com solo é mais como a construção de blocos de solo compactados, um processo de espremer o ar em uma mistura precisa de argila, areia e cal. Deve-se entender os requisitos normativos e as condições gerais para execução, controle e aceitação da taipa de pilão.

Da Redação – 

A taipa de pilão é uma técnica de construção muito antiga e bastante utilizada no período colonial do Brasil, mas que também está sendo muito empregada atualmente em construções ao redor do mundo, principalmente na Austrália e Estados Unidos. É uma técnica construtiva milenar que utiliza a terra como matéria prima e o nome deriva do fato de se utilizar um pilão para socar a terra de dentro de uma forma de madeira, que se chama taipal.

Existem algumas maneiras diferentes de construir com taipa, como definir a altura e a espessura da parede. Alguns especialistas dizem que a proporção ideal é, para cada 1,0 m de altura, deve-se ter 10 cm de espessura. Uma parede de 3m, por exemplo, deve ter no mínimo 30 cm de espessura.

Primeiro é necessário realizar a fundação para afastar a parede da umidade, pode ser de pedra ou de concreto. A opção normalmente utilizada são as sapatas corridas, que permitem uma distribuição de cargas uniformes no solo e dificultam a capilaridade. Depois, seleciona-se a terra, que deve ser isenta de matéria orgânica e idealmente ter uma porcentagem média de 30% de argila e 70% de arei...

Artigo atualizado em 12/04/2022 06:43.

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica