Publicado em 04 Sep 2018

Os riscos dos passageiros em cair entre o trem e a plataforma nas estações

Redação

Nos últimos três anos, mais de 3.000 passageiros se machucam ao cair no vão entre o trem e a plataforma da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) em São Paulo nos últimos três anos.

Da Redação –

Na manhã do 30 de agosto de 2018, uma passageira de 25 anos caiu no vão entre o trem e a plataforma na estação Osasco da CPTM. Ela foi resgatada por funcionários da CPTM e pelos bombeiros. Enquanto ela era socorrida, os trens pararam de circular entre as estações Osasco e Presidente Altino que atendem a linha 8-Diamante e a 9-Esmeralda, da CPTM. Segundo os bombeiros, a passageira que caiu foi levada a um hospital com ferimentos na cabeça.



Em 2015, 871 passageiros caíram nos vão; em 2016 foram 989 e, em 2017, 997. Quando as estações estão lotadas, esse espaço pode ser ainda mais perigoso. Em 2017, quase 500 passageiros caíram nos vãos da linha 11-Coral; já na linha 9-Esmeralda foram 151. Na Linha 12- Safira, houve 143 casos. Em 2017, houve uma iniciativa da CPTM para diminuir as quedas na estação da Luz, no Centro de São Paulo, onde foram instalados borrachões na beira das plataformas para evitar mais acidentes.

cristiano

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica