Publicado em 12 Nov 2019

Por que proteger a cabeça dos trabalhadores?

Redação

Os ferimentos na cabeça são bastante comuns na indústria e representam de 3% a 6% de todos os ferimentos nos países industrializados. Geralmente são graves e resultam em um tempo médio perdido de cerca de três semanas. As lesões sofridas são geralmente o resultado de golpes causados pelo impacto de objetos angulares, como ferramentas ou parafusos, caindo de uma altura de vários metros; em outros casos, os trabalhadores podem bater com a cabeça no chão ou sofrer uma colisão entre um objeto fixo e a cabeça. Dessa forma, é importante ter consciência sobre os tipos e classes de capacetes de segurança para uso ocupacional e os seus requisitos quanto às características físicas e de desempenho.

capacete2Da Redação –

As lesões são variáveis , como a perfuração do crânio resultante da aplicação de força excessiva em uma área muito localizada, como por exemplo no caso de contato direto com um objeto pontiagudo ou com arestas afiadas; a fratura do crânio ou das vértebras cervicais que ocorre quando uma força excessiva é aplicada em uma área maior, estressando o crânio além dos limites de sua elasticidade ou comprimindo a porção cervical da coluna vertebral; e as lesões cerebrais sem fratura do crânio resultantes do deslocamento repentino do cérebro dentro do crânio, o que pode levar a contusão, concussão, hemorragia cerebral ou problemas circulatórios. A compreensão dos parâmetros físicos responsáveis por esses vários tipos de lesões é difícil, embora de fundamental importância, e há considerável desacordo na extensa literatura publicada sobre esse assunto.



Alguns especialistas consideram que a força envolvida é o principal fator a ser conside...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica