Publicado em 28 Apr 2020

Decisões éticas e comunicação interna: nunca foi tão importante cuidar do outro

Redação

Como empresas podem atuar para preservar sua reputação em tempos de crise?

Damaris Lago – 

O ano de 2020 mudará o rumo do mundo para sempre e a forma de gerenciar empresas e pessoas, igualmente. A história tem nos ensinado que maus momentos podem chegar, inesperadamente, mas o que estamos vivenciando nestes dias, com o avanço do novo coronavírus, jamais poderíamos imaginar.

Dentro das empresas, no ambiente corporativo, mesmo que este seja on-line, por ora, a comunicação interna, ou seja, aquela voltada para os colaboradores, entrou para o topo das preocupações da maioria dos gestores e precisou caminhar ao lado de planilhas de redução de custos e negociações com fornecedores, entre tantas outras tomadas de decisões. A verdade é que a comunicação interna é sempre ressuscitada nos casos de gerenciamento de crise.

São raras as empresas que mantém canais de comunicação ativos com seus colaboradores e de forma empática, principalmente já prevendo reduzir os efeitos negativos em caso de grandes crises. E acredite, elas vêm sem avisar.

Mas, a situação que vivemos hoje vai muito, mas muito mais além. Porque não se trata de problemas isolados, e sim de uma crise global sem precedentes em todas as esferas. De repente, quase todo mundo perdeu o chão e não há pra onde correr; a crise já atingiu ou vai atingir todo mundo, de diferentes formas.

O fato é que ninguém mais será o mesmo, pelo menos por um bom período. E como superar este clima nos ambientes corporativos e manter a saúde mental e bem-estar dos ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica