Publicado em 08 Dec 2020

A confiabilidade dos isoladores para cadeias quando em operação

Redação

O isolamento é destinado a evitar a formação de um contato elétrico entre as partes do equipamento de engenharia elétrica que estão em potenciais diferentes. O isolamento elétrico pode ser descrito em termos de resistência elétrica, volume e resistência de superfície, perda dielétrica, resistência de corona, resistência ao calor e ao frio e mecânica força. A escolha de dielétricos elétricos de isolamento depende dos processos operacionais e de suas condições. Por exemplo, a resistência ao calor é de importância decisiva para o isolamento de máquinas elétricas (geradores e motores). Em alguns casos, o isolamento normal e feito de mica. Para o isolamento da transmissão de energia em linhas aéreas, a resistência à umidade e a resistência mecânica são de suma importância o uso da porcelana e vidro que são os mais adequados. Em equipamentos de rádio, o isolamento elétrico geralmente consiste em materiais com perda dielétrica mínima e volume e resistência superficial máximos. O isolamento elétrico combinado, que consiste de óleo mineral e de celulose impregnada de óleo (papel, papelão ou prensado), é usado em transformadores, capacitores elétricos e cabos. As dimensões e o isolamento de componentes são determinados pelo funcionamento de tensão da instalação. Deve-se entender o desempenho termomecânico em unidades de isoladores para cadeias e os requisitos que se aplicam às unidades de isolador para cadeia com parte isolante de porcelana ou vidro, destinadas às linhas aéreas com tensão nominal superior a 1 000 V, em corrente alternada ou corrente contínua. Também, deve entender os parâmetros dos isoladores de projeto similar, quando usados em subestações e das unidades de isolador para cadeia tipo disco, bem como às unidades de isolador para cadeia tipo bastão. Há um procedimento padrão para a realização de ensaios de desempenho do isolador, para que possa ser obtida uma experiência com a aplicação de tais ensaios.

Da Redação – 

Quando a tensão é aplicada ao longo da coluna do isolador, ela é distribuída de forma desigual pela unidade individual. O disco próximo ao condutor da linha está extremamente estressado e recebe a tensão máxima na ausência de estresse. A distribuição de tensão na coluna isoladora determina a de flashover e a tensão na qual a corona localizada e a interferência de rádio são produzidas.

O material isolante entre dois pinos metálicos forma um capacitor denominado autocapacitância e, além disso, o ar entre cada pino e a torre forma o outro conjunto de capacitores. Essas capacitâncias são chamadas de para a terra. Assim, pode-se realizar uma série de ensaios em isoladores de linhas de transmissão de energia e conhecer os resultados que devem ser do interesse dos engenheiros de projeto. Os ensaios feitos incluem os de fadiga de longa duração, a distribuição de tensão sobre a coluna do isolador e a de flashover quando algumas das unidades apresentam defeitos elétricos.

A ...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica