Publicado em 23 Mar 2021

Chave de autenticação biométrica para o acesso remoto de fornecedores

Redação

As empresas podem garantir aos fornecedores acesso adequado aos sistemas específicos de que precisam, ao mesmo tempo que essa permissão seja apenas quando precisam acessar as informações. Para isso, as equipes de TI precisam de uma maneira que possa garantir que esses dispositivos estejam seguros, mesmo quando são acessados à distância. Uma alternativa é provar a identidade por meio de autenticação, seja fora ou dentro do escritório. Os exemplos mais clássicos incluem inserir uma combinação de nome de usuário e senha ou métodos mais modernos, como sistemas de reconhecimento biométrico ou usando um dispositivo confiável e conhecido.

Geraldo Bravo – 

Muitas organizações dependem de fornecedores remotos para fazer o gerenciamento de sistemas, permitindo assim que elas concentrem em suas funções principais. No entanto, o fato desses profissionais operarem remotamente dificulta ainda mais o alcance da TI e apresenta um novo desafio, garantir apenas o acesso adequado aos sistemas específicos de que precisam, ao mesmo tempo que essa permissão seja apenas quando precisam acessar as informações.

As organizações geralmente rastreiam quem está acessando quais sistemas ou ativos em seu ambiente usando a primeira etapa de autenticação - onde os usuários ou máquinas, de alguma forma provam que são quem (ou o que) dizem ser. Somente quando cada usuário remoto é identificado e autenticado é que o processo de concessão (e remoção) de acesso pode começar.

Depender de processos manuais para provisionar e desprovisionar o acesso a fornecedores remotos está longe de ser infalível e apresenta muitos problemas potenciais. Os fornecedores remotos são contratados apenas por períodos específicos e, normalmente, não fazem parte do active directory ou de outros serviços...

Target

Facilitando o acesso à informação tecnológica